Bolsonaro cria ‘gabinete de crise’ com ministros para definir ações para Amazônia

Bolsonaro cria ‘gabinete de crise’ com ministros para definir ações para Amazônia

O presidente Jair Bolsonaro participa de cerimonia na tarde desta quinta-feira, no Palacio do Planalto, que marca o lancamento do projeto SecomVC. A proposta e lancar paginas em redes sociais para difundir noticias positivas do governo. Serao perfis no Facebook, Twitter, Instagram e YouTube. Em meio aos ultimos desgastes envolvendo o presidente Jair Bolsonaro, como a indicacao de seu filho Eduardo Bolsonaro a Embaixada do Brasil em Washington, o governo decidiu por este lançamento de paginas em redes sociais para divulgar noicias consideradas positivas sobre suas acoes. A motivacao e o discurso repetido pelo presidente de que a gestao e vitima de noticias mentirosas e, por isso, precisa se defender. O objetivo e apontado pela Presidencia como “divulgar informacoes positivas e conquistas do governo”. Brasilia, 22-08-2019. Foto: Sérgio Lima/PODER 360

Presidente Jair Bolsonaro se reuniu com ministros para discutir medidas sobre Amazônia

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu com ministros nesta 5ª feira (22.ago.2019) para discutir medidas e acompanhar a situação dos incêndios na Amazônia. Na ocasião, foi decidido que será estabelecido 1 ‘”gabinete de crise” para tratar do tema.

Estavam presentes os ministros Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Jorge Oliveira (Secretaria Geral), Ricardo Salles (Meio Ambiente) e Tereza Cristina (Agricultura). O encontro não constava na agenda do presidente.

De acordo com o Planalto, o Ministério do Meio Ambiente está consolidando dados que serão divulgados para a imprensa nesta 6ª feira (23.ago). Uma nova reunião também foi marcada para esta 6ª. O encontro desta 5ª serviu para atualizar dados e estabelecer prioridades para o tema.

Depois do encontro, Bolsonaro assinou 1 despacho (íntegra) que determina que todos os ministros de Estado adotem medidas necessárias para o levantamento e combate a focos de incêndio na região da Amazônia legal para a preservação e defesa da floresta amazônica. O texto foi publicado em edição extra do DOU(Diário Oficial da União) nesta 5ª feira.

Poder360