João Pessoa 11/12/2018

Início » Destaque » Bolsonaro receberá líderes do MDB, PRB, PR e PSDB para negociar apoio

Bolsonaro receberá líderes do MDB, PRB, PR e PSDB para negociar apoio

Encontros ocorrerão a partir desta semana, de acordo com agenda divulgada pela assessoria do presidente eleito

Depois de insistir que não negociaria cargos com partidos políticos, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, confirmou que a partir desta semana começará a conversar com líderes partidários para aproximar o futuro governo do Congresso.

De acordo com agenda divulgada por sua assessoria, ele receberá mais de 100 parlamentares do MDB, PRB, PR e PSDB para reuniões no gabinete do governo de transição, em Brasília.

Os encontros foram intermediados pelo futuro ministro da Casa Civil, deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS), coordenador da transição. Ele prevê que a base governista na Câmara terá 350 dos 513 deputados.

“O presidente vai receber, de terça da semana que vem até perto do Natal, todas as bancadas do nosso campo político. Nós vamos ter uma base aí superando 350 parlamentares, sem ‘toma-lá-dá-cá’, ponto fundamental para a gente”, disse o ministro em entrevista à GloboNews.

Bolsonaro declarou que a intenção é negociar saídas para as crises ética, moral e econômica do País. “Devemos sair dessa crise juntos e o presidente sozinho não pode fazer nada porque pelo Parlamentar passa grande parte das nossas propostas.”

Confira a agenda de Bolsonaro:

Terça-feira (4)

7h – decolagem do Rio de Janeiro para Brasília

10h – audiência ministra Tereza Cristina (DEM-MS)

14h30 – atendimento a autoridades

15h – Onyx Lorenzoni e bancada do MDB (34 parlamentares)

16h30 – Onyx Lorenzoni e bancada do PRB (30 parlamentares)

Quarta-feira (5)

9h – atendimento a autoridades diplomáticas, na Granja do Torto

11h – audiência no QG do Exército

16h30 – Onyx Lorenzoni e bancada do PSDB (11 parlamentares)

17h – Onyx Lorenzoni e bancada do PR (33 parlamentares)

Quinta-feira (6)

9h – atendimento a autoridades e parlamentares, na Granja do Torto

17h – decolagem de Brasília para o Rio de Janeiro

Política ao Minuto