Bolsonaro sobrevoa Brumadinho no sábado para averiguar rompimento de barragem - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Bolsonaro sobrevoa Brumadinho no sábado para averiguar rompimento de barragem

O presidente da República, Jair Bolsonaro, em pronunciamento no Planalto nesta 6ª sobre o desastre em Brumadinho (MG)

O presidente Jair Bolsonaro vai sobrevoar neste sábado (26.jan.2018) a cidade de Brumadinho (MG) para fazer o reconhecimento após o rompimento de barragem da Vale do Rio do Doce. Também irão o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), e o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva.

Bolsonaro chega em Belo Horizonte às 8h. Volta para Brasília no mesmo dia.

O presidente fez 1 pronunciamento no Planalto nesta 5ª, classificou o episódio como “triste notícia” e disse que tropas da 4ª Brigada da Região Juiz de Fora (MG) foram enviadas ao município.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, já foi à capital mineira. O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, e o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas, chegam na noite desta 6ª feira (26.jan) a Belo Horizonte.

Assista ao pronunciamento:

GOVERNO CRIA GABINETES DE CRISE

O governo federal determinou a criação de 2 gabinetes de crise para apurar a situação: 1 político, no Palácio no Planalto, e outro operacional, no Ministério do Meio Ambiente.

A barragem rompeu-se nesta 6ª feira (25.jan.2019) na Mina Feijão, em Brumadinho. O município fica localizado a 51 km de Belo Horizonte. Um mar de lama destruiu casas próximas à região, que tem cerca de 38.000 habitantes. Pelo menos duas mulheres ficaram feridas.

Os ministérios que farão parte do gabinete de crise são: Meio Ambiente, Minas e Energia, Desenvolvimento Regional e Defesa.

Leia a íntegra da nota do Palácio do Planalto:

No prosseguimento das ações, desejamos atualizar a sociedade a respeito das ações que foram adotadas até o presente momento.
– O Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Sales, está em deslocamento para a região do acidente e deverá orientar a abertura de um gabinete que centralizará as informações a respeito das atividades realizadas.
– Estão em deslocamento equipes do Ibama, do Serviço Geológico do Brasil e da Agência Nacional de Mineração.
– O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, e o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil chegam hoje à noite a Belo Horizonte para acompanhar e apoiar o trabalho das defesas civis locais, tendo como prioridade, neste momento, o socorro e assistência à população afetada.
– Equipes do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres estão em permanente contato com representantes da prefeitura e governo do Estado para orientar nas primeiras ações de resgate às possíveis vítimas e demais necessidades emergenciais.

– A Agência Nacional de Águas realiza as seguintes atividades:
1. coordena ações para a manutenção do abastecimento das cidades que captam água ao longo do Rio Paraopeba.
2. Monitora a onda de rejeitos e estima que poderá ser amortecida na Barragem da Usina Hidrelétrica do Retiro Baixo, a 220 km do local do rompimento.
– O Ministério da Defesa realiza as seguintes atividades:
1. Determinou que o Comando Militar do Leste, por meio da 4ª Região Militar, coordene das ações das Forças Armadas em apoio à Defesa Civil de Minas Gerais.
2. Disponibilizou três helicópteros de médio porte, equipados e com integrantes de cada Força Armada (Marinha, Exército e Aeronáutica), para atuar em operações de transporte, busca e resgate e permanecerão à disposição das operações na região atingida.
3. Analisa as imagens de satélite de alta resolução da área para fornecer dados sobre os impactos do acidente.

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República (Secom/PR)

Poder360