Bruno afirma que prefeito teme CPI da Lagoa e Milanez rebate: é a gestão da transparência

A discussão sobre a instalação das Comissões Parlamentares de Inquéritos (CPIs) na Câmara de Vereadores de João Pessoa esquentou  o debate entre o líder do governo, Milanez Neto (PTB) e líder da oposição, Bruno Farias (PPS) durante entrevista ao Programa Rádio Verdade do Sistema de Comunicação desta quinta-feira (21) apresentado por Fabiano Gomes, Heron Cid e Wellington Farias.

Bruno Farias afirmou que o prefeito Luciano Cartaxo foge da CPI da Lagoa ‘como o diabo foge da cruz’. Já Milanez Neto garantiu que a gestão do prefeito Luciano Cartaxo é marcada pela transparência e que gestor vem subsidiando com informações todas as CPIs e a população tem acompanhado e aprovado a gestão de Cartaxo.

Para Bruno Farias, a criação das CPI’s do Jampa Digital, da Emlur e do Parque Cuiá são desnecessárias porque esses casos já vêm sendo investigados pela Justiça. Mas para o líder do governo, a Prefeitura de João Pessoa está sendo obrigada a devolver R$ 3, 3 milhões do Jampa Digital ao Ministério da Ciência e Tecnologia ” e quanto as CPIs da Emlur e do Parque Cuiá, que duram sete anos, o povo quer saber o que realmente aconteceu”, completou.

Paraíba.com