Caixa confirma refinanciamento de empréstimo de R$ 400 mi à OSX

lista-empresas-OSX-20130222-04-size-598A Caixa Econômica Federal confirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, o refinanciamento por 12 meses de empréstimo de 400 milhões de reais contratado pela OSX, empresa de construção naval de Eike Batista. A Caixa disse também que a renovação foi feita com fiança bancária de 100%. O empréstimo venceu dia 19 de outubro e tem fiança do Santander. A informação de que a renegociação do prazo seria aprovada foi adiantada pela Reuters, na tarde desta terça-feira.

A operação da OSX está diretamente ligada à da OGX, a petroleira de Eike que pediu recuperação judicial na semana passada. Como sua principal função era guarnecer a OGX com equipamentos da indústria naval, as dificuldades da companhia de óleo e gás colocam em xeque a própria atuação da OSX. Na semana passada, analistas consideravam a hipótese de a empresa naval pedir recuperação judicial. Em nota, a OSX afirmou que o pedido era uma opção, mas que nada havia sido definido.

Ações – Após a notícia sobre o refinanciamento, as ações da OSX encerraram em forte alta o pregão desta terça-feira. Segundo dados preliminares, os papéis da empresa subiram 20,75%, a 0,64 real, diante de variação negativa de 1,13% do Ibovespa, do qual eles não fazem parte.

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sinalizou nesta quinta-feira a possibilidade de prorrogar novamente o prazo de vencimento de um empréstimo para a OSX. No último dia 15, a empresa de construção naval do grupo EBX fechou acordo para prorrogar por um mês o prazo de pagamento de um empréstimo de 518 milhões de reais. Agora, a intenção do banco é prorrogar por mais tempo. “A OSX é uma empresa que tem muitos ativos valiosos”, disse o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, na manhã desta quinta-feira, ao deixar uma reunião da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), no Rio. “É uma empresa que pode ser solucionada e dar tempo para que se tenham as soluções é uma estratégia sensata”, afirmou.

O receio dos investidores com a saúde financeira das companhias do grupo EBX disparou recentemente, em meio à derrocada da petroleira OGX, uma das principais clientes da OSX e que pediu recuperação judicial na quarta-feira. Há rumores de que o mesmo caminho esteja sendo desenhado para a empresa de construção naval. Mas os executivos negaram a concordata, em nota enviada à Reuters.

BNDES – Segundo Coutinho, não há “exposição de crédito não garantido do banco” às empresas do Grupo EBX. Todos os empréstimos, como o empréstimo-ponte do estaleiro OSX e o financiamento às obras de revitalização do Hotel Glória, um dos mais tradicionais do Rio, têm garantia bancária.

Veja