Calvário revela que atriz Mayana Neiva era sócia de Editora e vendeu seu próprio livro ao Governo da Paraíba

Foram vendidos 2.355 unidades do livro de Mayana Neiva (Sofia) por R$ 70.414,50 (Foto: da internet)

A atriz Mayana Neiva, que deve aparecer na novela das 6h, “Éramos Seis – Rede Globo”, tem um livro intitulado “Sofia”. No livro infantil, Mayana conta a história de Sofia, uma menina sonhadora que, ao engolir o Sol, percebe vários acontecimentos malucos transformando sua vida para sempre.

Ontem, durante a Operação Calvário, foi revelado pelo Gaeco que Mayana, além de atriz, é sócia juntamente com sua irmã, Luciana Ramos Neiva, da  MVC Editora LTDA, alvo do cumprimento de mandados de busca e apreensão.

Segundo o Ministério Público da Paraíba, A MVC e a Grafset (do pai de Mayana) movimentaram mais de R$ 17 milhões em contratos com o governo do Estado da Paraíba.

O que chamou atenção do Gaeco foi um contrato assinado pela então Secretária de Educação Márcia Lucena (hoje prefeita de Conde) e Vladimir dos Santos Neiva, pai de Mayana, em 17 de janeiro de 2014, junto à Grafset.

Neste contrato assinado sem licitação (inexigibilidade), de valor Global R$ 885.121,50 (oitocentos e oitenta e cinco mil, cento e vinte um reais e cinquenta centavos), foram vendidas 2.355 unidades do livro de Mayana Neiva (Sofia) ao preço unitário de R$ 29,90 cada, perfazendo um total de R$ 70.414,50 (setenta mil, quatrocentos e catorze reais e cinquenta centavos).

O Gaeco agora vai se aprofundar para saber o enredo desta história, em que o pai vendeu ao estado o livro da filha que é sócia de uma editora (MVC), agora investigada.

Aguardem cenas dos próximos capítulos!

Clison Júnior do ClickPB