João Pessoa 27/05/2019

Início » Câmara em foco » Câmara de Santa Rita aprova sessão especial nos bairros para discutir saída CAGEPA com a população

Câmara de Santa Rita aprova sessão especial nos bairros para discutir saída CAGEPA com a população

A Câmara de Santa Rita aprovou por unanimidade o requerimento 015/2019 de autoria do vereador Sebastião do PT que irá realizar sessões especiais nos bairros de Tibiri ll, Várzea Nova e Alto da Popular em Santa Rita. De acordo com o vereador autor às sessões especiais tem por objetivo de debater com a população a saída da CAGEPA e a entrada de uma possível nova empresa, para operar o sistema de abastecimento de água e esgotamento sanitário de nosso município.

Conforme ainda, o vereador Sebastião do PT, foram convidados as autoridades que irão contribuir com o debate que são partes interessadas da prefeitura de Santa Rita na venda do patrimônio do povo (Água e Esgoto), COMO O Prefeito Emerson Panta ou representantes, Ministério Público, Sudema, Agência de Recursos hídricoS do Estado da Paraíba, Sindicatos e Associações de Moradores, Igrejas Católicas e Evangélicas e Ibama, para tanto, o momento será oportuno para a população debater e tirar esclarecimentos na problemática envolvendo a venda da Cagepa e que até o prefeito Emerson Panta não deu nenhum esclarecimentos a população e que existe muita dúvida e a população está com medo de ficar sem o produto ou que venha encarecer ainda mais pelo serviço.

O vereador Sebastião do PT solicitou da mesa diretora de casa de Antônio Teixeira que seja marcada as sessões especiais o mais breve possível que o presidente da CAGEPA, Marcus Vinícius concedeu entrevista na mídia paraíbana e trouxe várias dúvidas e principalmente no Edital e sobre valores de assinatura de início e após um ano de contrato R$ de 13 milhões, além do ônus que a prefeitura de Santa Rita quer deixar para a Cagepa operar depois da saída da mesma, que de acordo Marcus Vinícius disse que o abastecimento de água e saneamento é do povo e que a prefeitura possui débito com a companhia e terá que ressarcir todos investimentos realizados durante todo os anos na cidade, e que de acordo o vereador Sebastião são muitas informações desencontradas e que a população está com medo e o momento das sessões especiais irão tirar as dúvidas do povo e se querem vender seu patrimônio, se caso, seja vendida a CAGEPA, a nova empresa venha a encarecer os serviços como a Energiza, declarou.

 

Lamartine do Vale