Câmara Municipal de Santa Rita aprova proposta dos servidores em educação e pessoal de apoio retroativo a janeiro

JOSÉ DOISA Câmara Municipal de Santa Rita aprovou nesta manhã de terça-feira (8), em sessão ordinária o projeto de lei que concede reajuste da tabela de vencimentos do pessoal de apoio de 6,7 % sobre os vencimentos básicos e para os membros do magistério e estabelecidos para 8,32 %, de acordo estabelecido pelo MEC, para o aumento de piso salarial com retroativo janeiro de 2014. O sindicato dos servidores realizará nesta quarta-feira (9) pela manhã em sua sede uma nova assembleia para avaliara a proposta aprovada pela Câmara Municipal com os servidores que fazem a educação no município.

Conforme o presidente do sindicato José Farias, as proposta aprovadas pela Câmara Municipal que concede reajuste de piso salarial e nos vencimentos de pessoal de apoio retroativo  a janeiro de 2014, concede a mudança de nível (Magistério e Apoio), 1/3 de féria para o pessoal de apoio das creches e escolas (referência 2012 /2013), 1/3 de férias devidos no ano 2012, pagamento do adicional noturno de 25 % aos vigilantes, reajuste da tabela de vencimento do pessoal de apoio e equiparação salarial entre os profissionais de educação P1 com nível superior e o professor P2, que será implantado nos contra cheques de abril de 2014, retroativo a janeiro.

O presidente Da Câmara Municipal de Santa Rita, após aprovação do projeto de lei que concede aumento aos servidores de educação e apoio, disse que é a única forma de valorizar uma categoria é concedendo o que ela tem direito, que é uma categoria que ao longo dos anos vêm sofrendo perdas salariais  e se depender do parlamento estaremos sempre ao lado da categoria, até mesmo como nas assembleias diante dos servidores como estivemos escutando suas reivindicações, comemorou o presidente Joselito Carneiro.

De acordo com José Farias parabenizou todos os servidores que atenderam ao chamado da direção do sindicato, o qual representa a categoria, pela presença maciça de todos os servidores nas assembleias e pelos que não puderam comparecer  diretamente por seus compromissos e pela conquista de uma das propostas que os servidores conseguiram pela equiparação dos profissionais P1 em nível superior e o professor P2, que foi “uma luta antiga em que esse profissionais ficam igualados perante a lei sem discriminação” exceto quando assumir um cargo diferente da função, comemorou José Farias.

O presidente do sindicato disse ainda que as negociações de diversos setores da prefeitura de Santa Rita irão continuar para restabelecer as perdas salariais como o departamento de trânsito, aposentados e pensionistas do município, estamos preparando um pacote de proposta para apresentar ao prefeito de Santa Rita, onde na oportunidade estamos debatendo com os servidores as perdas em contra cheques que nas administrações passadas se recusaram a conceder aos servidores, ressaltou o sindicalista José Farias.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.