Câmeras flagram mulher com maconha e celulares no presídio do Serrotão - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Câmeras flagram mulher com maconha e celulares no presídio do Serrotão

flagrante-serrotao (1)Uma mulher foi flagrada ao tentar entrar na Penitenciária Raymundo Asfora (Serrotão), em Campina Grande, com 15 celulares e quase 1 kg de maconha na unidade prisional. O flagrante ocorreu, neste domingo (12), dois dias depois da instalação de 16 câmeras de segurança. Os equipamentos reforçaram o trabalho dos agentes, que efetuaram a prisão.

As imagens mostram quando a visitante entra com o filho, de apenas 2 anos de idade, no presídio carregando uma sacola azul. Os agentes que estavam no monitoramento das câmeras desconfiaram da mulher quando ela se afastou da fila onde é feita a revista. Os funcionários continuaram monitorando a acusada.

Em determinado momento, ela deixou a sacola em outro local e se dirigiu à fila das inspeções. Foi aí que o setor de monitoramento acionou os agentes para verificarem o que havia no embrulho. Quando os agentes pegaram a sacola, encontraram todo o material apreendido.

De acordo com o secretário de Estado da Administração Penitenciária, Wallber Virgolino, todo o sistema prisional da Paraíba recebe investimentos para intensificar a vigilância das unidades. “Nosso objetivo é dificultar ao máximo a entrada de materiais ilícitos e as 16 câmeras instaladas no Serrotão já deram essa primeira resposta. O flagrante deste domingo serve de exemplo para as pessoas que tenham essa mesma intenção”, disse Wallber.

O diretor-adjunto de plantão no Serrotão, Lucas Leal, explicou porque a acusada voltou à fila de revistas depois que tentou esconder o pacote. “Toda pessoa que é revistada no presídio recebe um carimbo no braço e só tem direito de entrar no setor dos pavilhões se mostrar essa marca. A intenção da mulher era passar pela revista, porém sem levar a sacola, senão ela seria flagrada ali mesmo. Ela, então, tentou esconder o material, mas foi flagrada pelos agentes que monitoram as imagens das câmeras”, detalhou.

A acusada é Vaneide Soares da Silva Lima. Ela pretendia visitar o apenado Henrique Rossandro Camilo de Almeida. Vaneide foi encaminhada à delegacia de Polícia Civil. Além da maconha e dos celulares, havia na sacola 15 baterias de celular, 11 fones de ouvido, cinco carregadores e quatro chips. Todo o material vai ser encaminhado à Seap. A Vara das Execuções Penais também será informada do fato.

Conselho Tutelar – Por estar acompanhada do filho, a direção do presídio acionou o Conselho Tutelar, que encaminhou um representante à penitenciária. A criança foi alimentada e entregue aos cuidados do Conselho.

mulher-1

mulher-2

mulher-3

Secom-PB