camila-toscano

Camila Toscano quer ser líder da oposição na Assembleia Legislativa da PB

camila-toscanoA deputada estadual Camila Toscano (PSDB) disse, nesta segunda-feira (9), que quer ser líder da oposição na Assembleia Legislativa. Ela reconhece que a bancada, com 10 integrantes, não terá trabalho fácil este ano, mas acredita que pode estabelecer uma articulação importante com a sociedade, no debate de matérias que tramitam na ALPB.

Camila, no entanto, descartou uma disputa com o deputado estadual Renado Gadelha (PSL), que admitiu a possibilidade de tentar a reeleição na função. Camila, em entrevista ao programa ‘Correio Debate’, na TV Correio, lembrou que os deputados de oposição haviam firmado um acordo no início da legislatura para um rodízio na liderança. Renato Gadelha iria para o terceiro período como líder.

A deputada estadual do PSDB disse esperar da nova gestão da Assembleia, que terá à frente o deputado Gervásio Filho (PSB), respeito a minoria e que as questões partidárias não interfiram no andamento dos trabalhos. Ela disse que vem conversando com Gervásio e tem observado que a disposição do deputado é não partidarizar as discussões, deixando o embate para o plenário.

Camila defendeu que a direção estadual do PSDB converse com o deputado estadual Antônio Mineral, que assumiu a titularidade do mandato ratificando apoio ao governador Ricardo Coutinho (PSB), mesmo sendo da oposição. “Não cabe a mim essa conversa. Acho que as lideranças do partido, como o presidente Ruy Carneiro e o senador Cássio Cunha Lima, devem conversar com o deputado sobre essa situação”, disse.

Portal Correio