Candidato de Cristina, Scioli vence primárias na Argentina

Isciole venceO candidato da Frente para a Vitória, Daniel Scioli, foi o vencedor das prévias eleitorais para a Presidência da Argentina, segundo dados divulgados na madrugada desta segunda-feira (10). Ele teve 37,8% dos votos contra 30,7% do opositor Mauricio Macri (Cambiemos) e 20,6% de Sergio Massa, da coalizão “Unidos para uma Nova Argentina”.

 

Porém, mesmo com o bom resultado, o candidato apoiado por Cristina Kirchner teve um percentual abaixo das expectativas governistas e precisaria disputar um eventual segundo turno nas eleições de dezembro. A demora na apuração dos resultados das primárias fez com que os três candidatos à corrida presidencial se anunciassem como vencedores.

 

Para Scioli, “o resultado é contundente, vejam como queiram, mas é a única verdade e a realidade”. Segundo o atual governador de Buenos Aires, as urnas mostraram que os argentinos querem continuar com um governo kirchnerista no poder.

 

Já para Macri, a diferença de apenas sete pontos percentuais pode ser revertida e mostra que o país está dividido. Massa, que é dissidente do kirchnerismo, disse estar contente pelo “fim da polarização” na Argentina e de ser o provável “fiel da balança” em um segundo turno das eleições.

 

As primárias são consideradas a maior “pesquisa eleitoral” do mundo, já que todos os cidadãos argentinos são obrigados a comparecer às urnas. Em outras nações que fazem a escolha pública de seus candidatos aos principais cargos de poder, a seleção é feita por afiliados do próprio partido – como nos Estados Unidos – ou a votação não é obrigatória.

Agencia Ansa