João Pessoa 09/12/2018

Início » Variedades » Caso Daniel: Sete pessoas são denunciadas, inclusive jovem que ficou com jogador

Caso Daniel: Sete pessoas são denunciadas, inclusive jovem que ficou com jogador

Ministério Público do Paraná indiciou a família Brittes, jovens que estavam no carro que levou a vítima ao local da execução e a moça que ficou com o rapaz durante a festa de Alana

Daniel jogou pelo Coritiba em 2017 – Reprodução

Paraná – O Ministério Público do Paraná denunciou sete pessoas envolvidas na morte do jogador de futebol Daniel Corrêa Freitas nesta terça-feira. O MP-PR incluiu Evellyn Brisola Perusso entre os denunciados. Ela ficou com Daniel na noite anterior ao crime. O crime ocorreu no dia 27 de outubro, em São José dos Pinhais, após o jogador participar de uma festa de aniversário em Curitiba, que teria continuado na casa de três dos acusados, o empresário Edison Brittes, assassino confesso, sua mulher, Cristiana Brittes, e a filha Alana Brittes.

Polícia apreende moto em casa de Edison Brittes que pertence a traficante preso pela Polícia Federal – Reprodução/ TV Globo

Se a Justiça aceitar a denúncia, os acusados passam a ser réus.

Os envolvidos, com diferentes participações, foram denunciados por sete crimes: homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima), ocultação de cadáver, fraude processual, coação no curso do processo, denunciação caluniosa, falso testemunho e corrupção de menor.

Eduardo Henrique da Silva, primo de Cristiana Brittes, depôs nesta segunda-feira – Reprodução/ TV Globo

O empresário, autor confesso do crime, e mais três pessoas que estavam no carro usado para levar o jogador até o local da execução foram denunciados por homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, corrupção de menor e fraude processual. Os jovens em questão são Eduardo da Silva, primo de Cristiana Brittes, Ygor King e David Willian da Silva.

Daniel enviou foto ao lado de Cris Brittes, mulher de Edison, que confessou o assassinato do jogador – Reprodução

Além disso, o empresário e duas dessas pessoas foram acusados por coação no curso do processo. A esposa do empresário foi denunciada por homicídio qualificado por motivo torpe, fraude processual, corrupção de menor e coação no curso do processo, mesmos crimes pelos quais foi denunciada a filha do casal, com exceção do homicídio.

Evellyn Brisola Perusso responderá por falso testemunho, fraude processual, denunciação caluniosa e corrupção de menor.

Corpo do jogador Daniel foi encontrado em mata próxima a uma estrada de São José dos Pinhais (Reprodução/ RPC) – Reprodução

Para a Promotoria de Justiça, o trabalho da Polícia Judiciária foi bastante eficiente e eficaz, bem como o da Perícia Técnica, que trouxe laudos conclusivos e detalhados, o que possibilitou a apresentação da denúncia 30 dias após o crime.

Galeria de Fotos

Polícia apreende moto em casa de Edison Brittes que pertence a traficante preso pela Polícia FederalREPRODUÇÃO/ TV GLOBO

Eduardo Henrique da Silva, primo de Cristiana Brittes, depôs nesta segunda-feiraREPRODUÇÃO/ TV GLOBO

Câmeras flagram encontro de família Brittes com três testemunhasREPRODUÇÃO/ TV GLOBO

Ygor King, de 19 anos, e David Willian da Silva, de 18 anos, se apresentaram à Polícia Civil de São José dos Pinhais acompanhados de advogadosREPRODUÇÃO/ TV GLOBO

Delegado Amadeu Trevisan deu coletiva de imprensa sobre os depoimentos do caso do jogador Daniel Corrêa FreitasREPRODUÇÃO/ FACEBOOK

Daniel enviou foto ao lado de Cris Brittes, mulher de Edison, que confessou o assassinato do jogadorREPRODUÇÃO

Corpo do jogador Daniel foi encontrado em mata próxima a uma estrada de São José dos Pinhais (Reprodução/ RPC)REPRODUÇÃO

Daniel jogou pelo Coritiba em 2017REPRODUÇÃO

O Dia