Cássio brilha de novo e Corinthians elimina a Ferroviária nos pênaltis

Corinthians sofreu, mas eliminou a Ferroviária-SP nas quartas de final do Campeonato Paulistana noite desta quarta-feira, 27, em Itaquera. Assim como no primeiro jogo em Araraquara, o duelo terminou empatado em 1 a 1. Na decisão por pênaltis, voltou a brilhar a estrela do goleiro Cássio, que defendeu um pênalti de Thiago Santos. Na semifinal, o atual bicampeão enfrentará o Santos – o primeiro jogo acontece domingo, novamente na Arena Corinthians.

O primeiro tempo foi equilibrado. Bem organizada, a Ferroviária incomodou o Corinthians e impediu que o time da casa pressionasse e inflamasse a torcida. Gustavo chegou a balançar as redes após cruzamento de Jadson, mas o tento foi anulado corretamente por impedimento. O gol, no entanto, saiu em mais um momento de inspiração de Clayson. Em jogada muito semelhante à do gol de Gustavo em Araraquara, ele arrancou pela esquerda e tocou para a área; desta vez foi o volante Júnior Urso quem completou para as redes para marcar seu terceiro gol na temporada.

A Ferroviária voltou melhor no segundo tempo e chegou ao empate aos 15 minutos com Thiago Santos, que apareceu na pequena área, se antecipou aos zagueiros e desviou para as redes após chute cruzado de Diogo Mateus. O técnico Fabio Carille mexeu no time e sacou Jadson e Ralf para as entradas de Sornoza e Pedrinho. O zagueiro Henrique quase marcou, mas cabeceou em cima do goleiro Tadeu que defendeu no reflexo.

Carille também mandou Mauro Boselli a campo nos minutos finais e o argentino teve uma ótima chance, mas finalizou mal de esquerda, por cima do gol. Sornoza também chegou perto, em chute de fora da área que passou raspando a trave de Tadeu.  A Ferroviária também levou perigo em contra-ataques, mas a partida foi para os pênaltis.

Tony, um dos destaques da Ferroviária no jogo, chutou por cima a primeira cobrança. Thiago Santos também desperdiçou, em cobrança defendida por Cássio – a 17ª intervenção do ídolo com a camisa do clube. O lateral Danilo Avelar bateu mal e também errou, deixando a eliminatória aberta. Gustavo, Clayson e Boselli pelo Corinthians, Uillian, Higor Meritão e Tadeu pela Ferroviária, também balançaram as redes. Na última cobrança, Pedrinho não desperdiçou e colocou o Corinthians nas semifinais.

Narração Minuto a Minuto