Cássio confirma insatisfação de deputados com RC e não descarta aliança com Agra - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Cássio confirma insatisfação de deputados com RC e não descarta aliança com Agra

201306071114580000006480O senador Cássio Cunha Lima (PSDB) confirmou a insatisfação de alguns deputados ligados à sua base política com a interferência do governador Ricardo Coutinho  (PSB), que estaria pedindoapoio aos prefeitos para votarem em dois pré-candidatos ligados ao governo. Em contato com a imprensa, nesta sexta-feira (7), durante encontro do PSD, em João Pessoa, o tucano ainda comentou sobre a filiação do ex-prefeito da Capital, Luciano Agra, ao PEN e não descartou uma possível aliança nas eleições de 2014.

De acordo com o senador, alguns aliados o procuraram para demonstrar insatisfação, no entanto, ele ponderou que já ocupou cargos executivos e sabe que é quase impossível agradar a todos quando se trata de articulações políticas. Segundo Cássio, tudo será resolvido com o diálogo a partir do próximo ano, mas ratificou que essas questões necessitam ser discutidas pensando na aliança de uma forma geral.

“Não adianta trocar seis por meia dúzia ou até seis por quatro”, ponderou o senador Cássio.

Filiação de Agra

Já sobre a filiação de Luciano Agra ao PEN, o senador afirmou que ficou feliz com a decisão tomada pelo ex-prefeito da Capital. Cássio também não descartou uma possível aliança com o Partido Ecológico Nacional já nas eleições de 2014, mas, ressaltou que esse acordo depende ainda da conjuntura política no próximo ano.

“O PEN é um partido já grande e ficou maior ainda com a chegada de Luciano Agra”, disse Cássio.

Apesar de não descartar a aliança com Agra, o senador reiterou que o seu desejo é permanecer com a aliança formada com o PSB do governador Ricardo Coutinho. Ele ainda reconheceu que o desejo do presidente Nacional do PSDB, Aécio Neves e do presidente estadual Ruy Carneiro, é a candidatura própria. “A tese que defendo é que a aliança vitoriosa de 2010 seja mantida, mas vai depender ainda de como o PSDB se posicionará nas próximas eleições”, disse.

Ângelo Medeiros com Marcos Wéric