cobra

Cássio cria ‘cobra’ dentro do PSDB e ameaça reeleição do primogênito da família

Animado com a possibilidade de disputar um mandato em 2018, além do gosto pelo plenário por parte do suplente de senador José Gonzaga Sobrinho, o Deca do Atacadão  (PSDB), que ocupou recentemente a cadeira do titular Cássio Cunha Lima (PSDB), fizeram com que o grupo tucano ligasse o alerta.

Ainda mais quando a cadeira ameaçada é a do deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) campeão de votos nas últimas eleições e com bases ameaçadas ante as pretensões de Deca, um dos maiores empresários do ramo atacadista do Nordeste.

Se não bastassem as pretensões de Deca, Pedro Cunha Lima perde o sono com o desejo do presidente do PSDB paraibano Ruy Carneiro (PSDB) em reconquistar sua cadeira na Câmara Federal: “Já estou mobilizando minha base política”, disse Ruy ao PB Agora.

“Eu serei candidato, sim, mas ainda não temos como dizer se é para deputado federal, senador, suplente de senador, governador ou vice-governador. O grupo político do qual eu participo é que vai tomar essa decisão um pouquinho mais na frente de 2017. Mas me acho capacitado e eu tenho certeza que o povo da Paraíba, e especial de Cajazeiras e toda essa região, é quem vai decidir se serei ou não candidato”, disse Deca durante recente entrevista na Terra do Padre Rolim.

Agora Cássio e Pedro terão que administrar as pretensões de dois aliados, sob pena do primogênito da família Cunha Lima ter a sua reeleição ameaçada.

PB Agora