Cássio reafirma elegibilidade e diz que RC tem e prática coronelista

cassio gestoO senador Cássio Cunha Lima reafirmou em entrevista na manhã desta sexta-feira (04) na rádio Correio, em Campina Grande, que é elegível para o cargo de governador nas Eleições de 2014. Cássio enfatizou que mesmo que ficasse inelegível por oito anos, teria cumprido a sua punição cinco dias antes da eleição deste ano.O senador chegou a descartar de uma vez por todas a aliança com o governador Ricardo Coutinho. “Posso dizer que a aliança está descartada e hoje ficará claro que o PSDB apresentará uma pré-candidatura própria”, revelou.Cássio voltou a fazer críticas à administração de Ricardo Coutinho. De acordo com o senador, “o maior êxito de Ricardo é dar continuidade às obras iniciadas por outros governos”. Cássio ainda afirmou que o governador investe em propaganda e não investe em Campina Grande. De acordo com o senador, “os prestadores de serviço estão sendo ameaçados descaradamente”, além de que o governo se recusa a conversar com a UEPB e pelo quarto ano anuncia obras no açude de Bodocongó. Apesar disso, Cássio destacou que “se você for ouvir o governador, ele diz que está tudo bem na segurança e quer impor através da propaganda que está tudo bem. Se você fizer uma crítica mais séria, recebe uma ameaça do secretário de comunicação”. O PSDB realiza nesta sexta, em Campina Grande, a quarta reunião da sua Comissão Executiva Estadual que tem como objetivo definir o posicionamento partidário para as eleições de 2014. Nas reuniões anteriores, por unanimidade dos filiados presentes, a decisão foi pela candidatura própria do partido para o governo do Estado.