Catravoso é preso acusado pelo crime de Fernanda Ribeiro próximo a festa da padroeira em Santa Rita - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Catravoso é preso acusado pelo crime de Fernanda Ribeiro próximo a festa da padroeira em Santa Rita

catravosoConhecido no mundo do crime como vulgo “Catravoso”, Wellington da Silva Pessoa 19, que reside no Heitel Santiago em Santa Rita, foi preso em Cruz das Armas, nesta segunda-feira (25) pelos policiais de inteligência do 7º batalhão de polícia militar da Paraíba, que se encontrava em diligencia desde o dia do fato da madrugada da sexta para sábado, acusado do homicídio da Fernanda Ribeiro que foi assassinada dentro de sua própria residência por volta das 01:30 da madrugada próximo a festa da padroeira de Santa Rita.

De acordo com informações do Ten. Cel. comandante do 7º batalhão de polícia Júlio Cesar disse que contou com informação de moradores da vizinhança quando notou que um carro celta de cor clara estacionou e desceu do veículo um jovem com vestes branca (agasalho) se dirigiu até a porta da residência do Fernando e observou pela fechadura e chamou alguém na porta, quando a pessoa se dirigiu até a porta pela interna da casa, ele o “Catravoso” desferiu vários disparos de revolver chegando a atingir a vítima Fernanda Ribeiro na cabeça, que foi socorrida agonizando para o hospital Flávio Ribeiro chegando a óbito naquela casa hospitalar.

Conforme ainda, o Ten. Cel. Júlio Cesar revelou que o alvo do crime era seu irmão Fernando, que no dia da festa foi dormi em casa de um amigo na Rua do Rato, que os dois são desafetos devido um desentendimento em um relacionamento com uma namorada e que vêm rolando a discussão a bastante tempo, e após a festa “ Catravoso resolver acertar as contas e se dirigiu até a residência de Fernando, chegando La não o encontrou e desferiu vários disparos em sua irmã Fernanda Ribeiro do Nascimento 19 anos que deixou dois filhos um de três meses e um de três anos.

O comandante Júlio Cesar ressaltou que o acusado do assassinato Wellington da Silva Pessoa de 19 anos de idade, pertence ao mundo do crime desde quando era menor idade com vasta passagem pela polícia com prisão por roubos de moto e assaltos  e agora vai responder pelo crime de homicídio que foi autuado em flagrante e aberto procedimento  inquérito e entregue a justiça para pagar pelo crime que cometeu. O comandante disse que o crime poderia ter sido majorado mais ainda se vítima tivesse vindo atender ao chamado na porta com uma das crianças no braço, revelou o Tem Cel. Júlio Cesar.

O comandante em sua falação mencionou que o crime cometido pelo acusado welington da Silva Pessoa foi passional e que a jovem Fernanda Ribeiro não tinha nenhum envolvimento com o mundo do crime e não houve nenhuma conotação com a festa da padroeira que estava acontecendo no momento, concluiu Júlio Cesar.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente