Célio Rufino surpreende justifica votação: abandona Reginaldo Pereira, e votou pelo afastamento na Câmara Municipal

DSC_0362O vereador Célio Rufino (PTC), que há poucos dias assumiu a liderança da bancada do prefeito Reginaldo Pereira, quando iniciaram na Câmara Municipal as comissões processantes para apurar atos de improbidade administrativa contra o prefeito de Santa Rita, surpreendeu na sessão ordinária, justificou antes da votação em plenário que acompanharia o voto do relator  pelo afastamento do prefeito Reginaldo Pereira, que é acusado de se ausentar do cargo em viagem internacional sem comunicar a Câmara Municipal.

Conforme o vereador Célio Rufino na sessão após o relator da comissão processante pedir dispensa da leitura do processo aos  vereadores que o processo teria sido lido em outras sessões e do conhecimento dos parlamentares, o vereador Célio Rufino no uso da tribuna revelou que “ se o processo conter-se provas cabais estaria votando em favor do relator”, em seguida na votação o vereador confirmou o voto que afastou mais uma vez com  o afastamento pela 3ª vez no município, disse o vereador.

Outro parlamentar que também mudou o voto na sessão ordinária que é da base de sustentação do prefeito de Reginaldo Pereira foi o vereador Padi Leomar,  que não justificou porque estava votando contrário e  ambos os vereadores contribuíram para aumentar na votação com mais dois votos que culminou o terceiro afastamento do prefeito de Santa Rita, com 18 votos e uma ausência de um vereador que  não estava na Câmara Municipal, o vereador sobrinho do prefeito Flávio Pereira.

A reportagem do Paraíba Urgente não teve acesso á  informação do vereador Célio Rufino, para saber quais os reais motivos  que o levaram o parlamentar a mudar o voto e abandonar a bancada do prefeito Reginaldo Pereira na votação.

Lamartine do Vale, do Paraíba Urgente.