Ceni falha, mas dá vitória ao Tricolor

Ceni falhaO São Paulo venceu o Santos por 3 a 2 na noite desta quarta-feira e manteve os 100% de aproveitamento jogando no estádio do Morumbi pelo Brasileirão 2015. O Tricolor abriu o placar no primeiro tempo com Michel Bastos de falta, viu o Peixe virar com dois gols de Ricardo Oliveira, mas conseguiu voltar a ficar na frente com gols de Paulo Miranda e do goleiro Rogério Ceni, de pênalti.

Com o resultado, o São Paulo foi a 10 pontos e entrou provisoriamente no G4, dois pontos atrás do Atlético-PR, atual líder. O Santos, por sua vez, permaneceu com 5 pontos e caiu para a 13ª posição. No próximo final de semana, o Tricolor recebe o Grêmio no Morumbi para a estreia do técnico colombiano Juan Carlos Osorio, enquanto o Peixe joga na Vila Belmiro contra a Ponte Preta.

O primeiro tempo começou e rapidamente o São Paulo estabeleceu domínio total da posse de bola. Só o anfitrião ameaçava o gol rival, embora as chances criadas fossem todas controladas pela zaga santista ou pelo goleiro Vladimir. O Peixe, por sua vez, só chegou ao ataque aos 27, quando Daniel Guedes fez bom cruzamento da direita, mas Rogério Ceni apareceu para segurar bem.

Aos 33, o Tricolor finalmente abriu o placar. Em cobrança de falta da direita, Michel Bastos pegou firme na bola, ela ainda quicou no meio da área e enganou o goleiro santista, entrando no canto esquerdo.

O domínio são-paulino seguiu inalterado, mas aos 44 minutos foi o Santos quem finalmente conseguiu igualar o placar. O árbitro Thiago Duarte Peixoto marcou pênalti por mão na bola do volante Denílson. Ricardo Oliveira cobrou e Rogério Ceni defendeu, mas no rebote o artilheiro do Paulistão empurrou para fazer seu primeiro gol no Campeonato Brasileiro e colocar o 1 a 1 no placar.

Na segunda etapa, quem começou indo para cima foi o Santos, que virou o jogo logo no primeiro minuto. Lucas Lima fez belo lançamento do meio de campo, Ricardo Oliveira dominou na entrada da área e chutou no canto, contando com falha de Rogério Ceni para marcar o segundo. Dessa vez, porém, a reação foi rápida. Aos quatro minutos, Thiago Mendes cobrou escanteio da direita e o zagueiro Paulo Miranda subiu mais que a defesa santista e cabeceou forte, sem chance de defesa para Vanderlei, que havia entrado no lugar de Vladimir no intervalo.

Com o placar empatado, o jogo se desenrolou mais equilibrado no segundo tempo, até que, aos 38 minutos, Daniel Guedes derrubou Carlinhos na área e, dessa vez, o pênalti foi marcado para o São Paulo. Na cobrança, Rogério Ceni bateu firme no canto direito para marcar o terceiro, se redimir da falha no segundo gol santista e garantir a vitória e a manutenção dos 100% de aproveitamento do São Paulo no Morumbi no Brasileirão 2015.

Guia do Boleiro