João Pessoa 23/05/2019

Início » Notícias » Clãs Cunha Lima e Vital do Rêgo se preparam novamente para se encarar na disputa pela prefeitura de Campina Grande, em 2020

Clãs Cunha Lima e Vital do Rêgo se preparam novamente para se encarar na disputa pela prefeitura de Campina Grande, em 2020

Mesmo com as eleições municipais de 2020, ainda distantes no âmbito do calendário eleitoral, o calendário político está a todo vapor na Rainha da Borborema, onde nomes tanto da situação como da oposição são temas constantes dos bastidores políticos na cidade. Ontem a a secretária estadual de Desenvolvimento e Articulação Municipal, Ana Cláudia Vital do Rêgo (Podemos), afirmou estar à disposição pela oposição, bem como o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB), pela situação.

 

Ana Cláudia foi recentemente citada pelo presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba como um dos três nomes possíveis para disputar a prefeitura de Campina Grande pelo grupo de oposição em 2020.

 

Ana Cláudia, porém, ponderou que faz parte de um projeto político e que a decisão do grupo é que deve prevalecer, quando da escolha do nome que representará a oposição em Campina. “Quando se faz parte de um projeto político, não é apenas a vontade pessoal [que prevalece] é a vontade de um grupo. Integro um grupo que tem metas. Mas, nós estamos sempre com nosso nome à disposição para agregar perante qualquer projeto e desafio que nos for posto “, destacou.

 

Ela disse que no momento seu foco é trabalhar em prol de todo o Estado, ressaltando o foco na realização da Feira de Negócios e Empreendedorismo da Paraíba, bem como no trabalho com gestores municipais quanto ao tratamento de resíduos sólidos e disse que não tem problema se outro nome for colocado a disposição das oposições. “O importante é que temos nomes para apresentar. Nomes de pessoas que têm compromisso e projeto pela Paraíba e por Campina Grande”, disse.

 

A secretária ainda criticou a atual administração do prefeito Romero Rodrigues (PSDB) em Campina Grande, afirmando que o gestor não tem nenhuma obra estruturante na cidade, o que torna importante um candidato do grupo socialista para disputar a prefeitura nas próximas eleições. “Não temos em Campina obras estruturantes. Não temos em Campina ações voltadas para os servidores públicos, nem aplicação do Plano de Cargos e Carreiras, não temos em Campina obras edificantes. A gestão atual vive apenas do Aluízio Campos, sendo que concretamente nem uma casa sequer foi entregue”, disse.

 

 

Já pela situação Tovar Correia Lima (PSDB), disse que a inclusão do seu nome deve ser vista com naturalidade. “Eu acho absolutamente natural estarmos nesta discussão, incluídos nesse rol de nomes que podem disputar o ano que vem”, disse, destacando porém que seu nome não é o único com esta intenção no partido. Citou o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) e o ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB). A disputa, entretanto não significa racha. “É bom que fique claro que disputará as eleições pelo nosso grupo quem for escolhido. Não teremos querelas, nem desavenças. O importante é a nossa união, o importante é nós estarmos juntos”, pontou.

PB Agora