Clubes aceitam proposta da FPF e definem formato do Paraibano 2020

Foto: Raniery Soares – Ascom / FPF

Depois de algumas horas de reunião entre dirigentes dos dez clubes da primeira divisão e a cúpula da FPF, em um hotel de João Pessoa, ficou definido nesta terça-feira (29) que o Campeonato Paraibano 2020 vai continuar com o mesmo formato das últimas duas temporadas.

A proposta partiu da Federação e foi aceita pelos demais cartolas. A previsão é que o Paraibano comece no dia 19 de janeiro.

Ou seja, o certame do ano que vem vai permanecer sendo disputado com dois grupos de cinco times, com as equipes de uma chave enfrentando as equipes da outra em partidas de ida e volta.

Os dois melhores de cada grupo se classificam para as semifinais, fase em que passam a enfrentar o “companheiro” de chave por uma vaga na decisão (cruzamento é dentro do mesmo grupo).

Apesar das outras propostas que os clubes prometiam colocar à mesa no encontro, a repetição da fórmula acabou sendo um consenso.

Dessa maneira, a competição terá 14 datas. Serão dez datas na primeira fase e quatro para as semifinais e finais.

O Grupo A será formado por Botafogo-PB, Treze, Atlético de Cajazeiras, Perilima e Sport-PB.

Já Grupo B terá Campinense, Sousa, Nacional de Patos, CSP e São Paulo Crystal.

Foto: Raniery Soares – Ascom / FPF

Os piores times de cada chave serão rebaixados.

Apesar da defesa de Campinense, Treze e Botafogo-PB pelos pontos corridos de todos contra todos, para que todos os clássicos fossem obrigatoriamente disputados, os times acabaram concordando com a manutenção da fórmula deste ano.

Assim, apenas dois clássicos estão garantidos entre os três times: o Clássico dos Maiorais, entre Galo e Raposa, e o Clássico Emoção, entre Belo e o Rubro-Negro do Alto da Bela Vista.

Ambos serão disputados na primeira fase, já que Botafogo-PB e Treze estão em um grupo e o Campinense em outro. Se Treze e Botafogo-PB não se encontrarem na semifinal, o Clássico Tradição não será disputado.

O regulamento e a tabela da competição serão publicados posteriormente.

Paraíba Online