Cobrado pelo Fluminense por venda de Diego Souza, Sport garante inexistência de dívida

Para o Sport, a cobrança do Fluminense de 50% do valor da venda de Diego Souza ao São Paulo é “descabida e inoportuna”. Com o diretor de futebol Rodrigo Barros como porta-voz, o clube pernambucano rebateu a notificação do Tricolor Carioca, que detinha metade dos direitos econômicos do meia. Segundo o gestor, anteriormente o time das Laranjeiras havia aceitado ceder a sua parte do jogador ao Leão por R$ 1 milhão.

Na versão do diretor, após Diego Souza deixar o Flu e retornar à Ilha do Retiro em 2016, o Sport concordou em pagar R$ 1 milhão ao Tricolor das Laranjeiras. Uma forma de reparação, já que o meia ficaria livre para assinar qualquer pré-contrato a partir de junho, deixando o Leão a custo zero no fim da temporada de 2018. O acordo, segundo Rodrigo Barros, está documentado.
“O Fluminense, por meio do diretor de futebol à época, Marcelo Teixeira, em nome do presidente, enviou um email autorizando o empresário do Diego negociar a parte do Fluminense no valor de R$ 1 milhão, ou seja, os 50% de direitos econômicos por esse valor de forma irrevogável e irretratável. Ponto final. Com essa carta, São Paulo abriu negociação para adquirir o percentual destinado ao Sport e a transferência definitiva dos direitos. Assim foi feito”, contou Barros.
O gestor afirma que, enquanto Sport e São Paulo fechavam negócio no início desta temporada, o Flu se manteve calado sobre o imbróglio. “Durante as tratativas, em momento algum Fluminense se pronunciou.” Garante que os rubro-negros depois até procuraram o time carioca. Não obtiveram retorno novamente.

Continua depois da publicidade

“Junto do São Paulo, notificamos o Fluminense com base na carta enviada no fim de dezembro para indagar qual seria a conta que o São Paulo deveria fazer o depósito e dizer que o São Paulo assumiria responsabilidade do pagamento junto ao Fluminense de eventual valor. Isso foi feito, mas sem resposta do Fluminense”, falou o diretor.
Assim, diz que o Sport foi surpreendido com a notificação do Flu. “Para a nossa surpresa, após finalização do negócio com o São Paulo, o Fluminense notificou tanto o Sport como o São Paulo, informado que estaria cobrando os 50% do valor sobre integral da negociação, ignorando carta anteriormente enviando autorizando negociação em R$ 1 milhão.”
Diário de Pernambuco