Colômbia derrota Uruguai e encara o Brasil nas quartas - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Colômbia derrota Uruguai e encara o Brasil nas quartas

COLOMBIA PEGA BRASILSe o Uruguai não teve Luis Suárez, a Colômbia contou com o brilho de James Rodríguez neste sábado para fazer história ao eliminar o rival e alcançar as quartas de final da Copa do Mundo pela primeira vez. Com gols do jovem atacante, o novo artilheiro do Mundial, a seleção colombiana venceu por 2 a 0, eliminou os uruguaios no mesmo Maracanã que consagrou o rival na Copa de 1950 e confirmou confronto contra o anfitrião Brasil na próxima fase.

Será o primeiro confronto entre brasileiros e colombianos em uma Copa. O duelo das quartas de final está marcado para a próxima sexta-feira, às 17 horas, na Arena Castelão, em Fortaleza. De acordo com a Fifa, as duas seleções já fizeram 25 duelos, com ampla vantagem do Brasil, com 15 vitórias. Houve ainda oito empates e dois triunfos da Colômbia.

Para avançar na Copa, a Colômbia repetiu neste sábado o bom futebol da primeira fase, na qual venceu seus três jogos. Diante de um Uruguai acuado, sem seu principal atacante, os colombianos impuseram seu forte poder ofensivo desde o início e contaram com mais uma grande exibição de James Rodríguez. Ele marcou duas vezes e se tornou o novo artilheiro da Copa, isolado, com cinco gols.

O Jogo
Sem Suárez, mas com muita vontade, o Uruguai reconheceu o favoritismo dos colombianos no primeiro tempo. Recuado, apenas viu os rivais jogarem nos minutos iniciais da partida. A Colômbia registrou até 73% de posse de bola nos primeiros 15 minutos.

E cravou no placar o domínio em campo aos 27 minutos, com um golaço do seu principal jogador nesta Copa. James Rodríguez marcou seu quatro gol nesta Copa ao dominar no peito fora da área e acertar de primeira um forte chute, praticamente sem chances para Muslera. O goleiro chegou a desviar a bola com a ponta dos dedos, mas não evitou o gol. O meia, de apenas 22 anos, fora eleito pela Fifa o melhor jogador da primeira fase.

O time de Óscar Tabárez só passou a se aventurar no ataque a partir dos 30 minutos, quando Forlán acionou Cavani, que cruzou com perigo e a defesa colombiana fez desvio cirúrgico. A bola tinha como endereço certo a cabeça de Cristian Rodríguez. Aos 32, Cavani cobrou falta rente ao travessão. E, aos 38, Álvaro González encheu o pé de fora e exigiu grande defesa de Ospina.

Mas foi a Colômbia quem voltou a marcar, no início da etapa final. Em uma bela troca de passes, Armero cruzou, Cuadrado escorou de cabeça dentro da área e James Rodríguez, novamente, só teve o trabalho de completar para as redes, na pequena área.

O time uruguaio se recompôs com as entradas de Ramírez e Hernández e voltou a buscar o ataque. Aos 18 minutos, Cristian Rodríguez bateu forte de longe e Ospina saltou para fazer bela defesa.

Cavani levou perigo aos 23 minutos, em cabeçada por cima do travessão. E aos 39 em chute perigoso, rente à trave direita de Ospina. Antes, Maxi Pereira já havia desperdiçado grande chance pela direita, dentro da área. Ospina defendeu e evitou o gol uruguaio, aos 33. Com solidez também na defesa, a Colômbia neutralizou as investidas do rival e sacramentou a sua classificação inédita às quartas de final.

FICHA TÉCNICA

COLÔMBIA 2 x 0 URUGUAI

COLÔMBIA – Ospina; Zuñiga, Zapata, Yepes e Armero; Carlos Sánchez, Aguilar, Cuadrado (Guarín), James Rodríguez (Adrian Ramos) e Jackson Martínez; Teófilo Gutiérrez (Mejía). Técnico: José Pekerman.

URUGUAI – Muslera; Cáceres, Giménez, Godín, Álvaro Pereira (Ramírez); Maxi Pereira, Álvaro González (Abel Hernández), Arévalo Ríos, Cristian Rodríguez; Cavani e Forlán (Stuani). Técnico: Óscar Tabárez.

GOLS – James Rodríguez, aos 27 minutos do primeiro tempo; James Rodríguez, aos 4 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Bjorn Kuipers (FifaHolanda).

PÚBLICO – 73.804 presentes.

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Agência Estado