Com denúncias de irregularidades na Emlur, Martins diz que é o primeiro a assinar ‘CPI do Lixo’ em JP

renato-martins cpiO vereador Renato Martins (PSB), teve um novo insucesso na tentativa de instaurar a CPI do Lixo na Câmara de João Pessoa nesta quinta-feira (13) e comentou em entrevista ao programa Rádio Verdade da Arapuan FM, nesta sexta-feira (14) que é a primeira pessoa a assinar o pedido de investigação, mesmo que pese contra si denúncias de irregularidades quando era diretor da Emlur na Capital.

Martins tem contra si a denúncia de que um gari teria gasto R$ 6 milhões par alugar caminhões para a Emlur e não deu explicações sobre como um gari pode ganhar uma licitação. “Falei isso na Tribuna que investigue desde sempre e não é de agora sou o primeiro a assinar. Eu era diretor administrativo e o contrato (do gari) foi cancelado. Você não tem como controlar isso. Como controla quem disputa licitação?”, questionou afirmando que o operador do poder público tem que agir “de acordo com o que percebe”.

O vereador ainda justificou que levou o “gespublica”, um sistema de monitoramento da gestão para a Emlur e lembrou que todas essas denúncias são usadas em tempos de campanha do governador Ricardo Coutinho (PSB), mas “nada é comprovado”.

“Abrimos as portas da Emlur para investigação, não esperamos convocação da Câmara, em 2013 nosso mandato pediu auditoria, a nossa já assinei e não colocamos período. Sou ficha limpa, fui eleito vereador e não fiquei fugindo de debate não. Estou pronto para assinar qualquer CPI. Foram quatro pedidos feitos, três do nosso mandato”, concluiu.

Marília Domingues