Com divulgação de lista fraudada, João aguarda posicionamento da Direção Nacional do PSB para definir futuro partidário

As próximas horas serão decisivas para decidir o futuro partidário do governador João Azevêdo no PSB. Com a revelação da lista de renúncias dos membros do Diretório Estadual, que culminou com a dissolução do partido no Estado, divulgada com exclusividade pelo Blog do Anderson Soares, nessa terça-feira (1), inevitavelmente, a Direção Nacional da sigla, terá que se pronunciar sobre as irregularidades apontadas pelos aliados do governador.

Para os Azevedistas, a lista foi fraudada de forma covarde, com a assinaturas de suplentes e de membros que não fazem parte da Executiva Estadual do PSB. “Uma fraude”, disse Flávio Moreira, ex-secretário-geral da legenda. De acordo com uma fonte palaciana, o governador ainda mantém a expectativa de Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB, corrigir o erro e devolver o comando do partido a Edvaldo Rosas. Seria a única forma do governador permanecer no Jardim Girassol.

Anderson Soares