Com dois de Borja, Palmeiras vence no Paraguai e abre boa vantagem sobre Cerro

Com dois de Borja, Palmeiras vence no Paraguai e abre boa vantagem sobre Cerro

A estrela de Miguel Borja brilhou em Assunção, e o Palmeiras bateu o Cerro Porteño, por 2 a 0, para encaminhar vaga nas quartas de final da Libertadores.

Melhor campanha na fase de grupos da competição, o Verdão pode até perder por um gol de diferença na volta, em São Paulo, que avança de fase.

Primeiro tempo de pouco futebol

O Palmeiras começou o jogo um pouco nervoso, cometendo muitas faltas. Mas foi quando conseguiu colocar a bola no chão que acabou controlando o adversário.

Só que o controle acabou não resultando em chances de gol. Careceu mais objetividade ao lado palmeirense, que pouco ameaçou ao longo da primeira parte.

O Cerro Porteño assustou uma vez a meta de Wéverton, mas também não teve um grande desempenho ofensivo. O primeiro tempo ficou marcado pelos erros, e não por bons lances.

Borja aparece

Logo no início do segundo tempo, o Palmeiras acertou o primeiro chute no gol do time. Foi o que precisou para abrir o placar: após cobrança de falta na área, Borja pegou de canhota e inaugurou o marcador.

O Verdão não deu chance alguma aos paraguaios. Na defesa, fechou todos os espaços. No ataque, foi fatal novamente para piorar ainda mais a vida do rival.

Diogo Barbosa quase fez o segundo, mas parou em Silva. Só que a jogada seguiu com os paulistanos, e Moisés mandou para Borja soltar o pé de direita para ampliar a vantagem.

No desespero, os donos da casa ainda colocaram o experiente Nelson Haedo Valdez em campo, mas não conseguiram nem descontar. Os brasileiros administraram bem o resultado e estão muito perto das quartas.

O Gol