Com domínio absoluto, Hamilton vence em Barcelona

Hamilton formula 1Líder, vencedor pela quarta vez seguida, o histórico de Lewis Hamilton na temporada vai o credenciando cada vez mais ao título do campeonato. O driver inglês foi absoluto durante todas as 66 voltas no traçado catalão. Só na reta final, foi que seu companheiro de equipe esboçou um duelo. Sem chaces de brigar pela ponta, se aproximou até onde pode.

O que se viu em Barcelona foi uma reprise das corridas anteriores, onde as flechas de prata dominaram por completo seus adversários. Com a quarta vitórias seguidas, Hamilton assumiu pela primeira vez na temporada a ponta na tabela de classificação. Some a liderança, a primeira vitória do inglês em pistas espanholas.

A segunda posição ficou mesmo com Nico Rosberg. O terceiro degrau no pódio foi ocupado Daniel Ricciardo. Para a sorte do australiano, agora de forma oficial. Já o brasileiro Felipe Massa, terminou a corrida fora da zona de pontuação. Largando no P9, o driver da Williams foi apenas o 13º lugar.

O destaque positivo em Barcelona ficou por conta de Sebastian Vettel. O driver da Red Bull alinhou seu RB10 na 15ª posição. Após muito correr, o alemão foi avançando terreno para concluir a quarta prova da temporada no quarto lugar.

A corrida:

Com a volta de apresentação completada, a expectativa dos pilotos ficou por conta da luz verde. E com o GP de Barcelona liberado, Lewis Hamilton conseguiu sustentar sua pole position com facilidade. Seu companheiro de equipe – Nico Rosberg – manteve a segunda posição. Valtteri Bottas em terceiro. Quem fez uma boa largada foi o brasileiro Felipe Massa. Mesmo evitando qualquer incidente antes da primeira curva, o driver da Williams ganharia uma posição.

Na primeira volta o top-10 formou com: Hamilton, Rosberg, Bottas, Ricciardo, Grosjean, Raikkonen, Alonso, Massa, Hulkenberg e Pérez.

Com Hamilton absoluto na liderança, a briga ficava entre Alonso e Massa, que brigavam pela sétima posição. A outra briga ficava entre Bottas e Ricciardo. Com o DRS liberado, o driver da RBR tentou, mas não conseguiu fazer a ultrapassagem.

Como de costume, Pastor Maldonado recebeu mais punição na carreira. Dessa vez foi punido com cinco segundos, por ter se envolvido em um toque com a Sauber de Gutiérrez durante a largada.

Com dez voltas completadas o top-10 formou com: Hamilton, Rosberg, Bottas, Ricciardo, Grosjean, Raikkonen, Alonso, Massa, Hulkenberg e Pérez.

Sebastian Vettel foi quem abriu o trabalho nos boxes. Ocupando o 13º lugar, o driver alemão optou por colocar os pneus duros. Na volta 16 foi a vez de Felipe Massa parar. Dessa vez, os trabalhos nos boxes da Williams funcionou perfeitamente. Sorte para o brasileiro.

Na volta seguinte foi a vez de Fernando Alonso parar nos boxes. Na troca, o piloto espanhol preferiu colocar os compostos médios. Na mesma volta, Pastor Maldonado, punido, pagava por sua infração. Vettel, que voltará em 19º, corria atrás das posições que perdeu antes de sua parada.

Na volta 19, foi a vez do ponteiro – Lewis Hamilton – entrar nos boxes. Rosberg assumia a ponta provisoriamente. Isso porque o alemão ainda não tinha feito sua parada. Três voltas depois, foi a vez do líder do campeonato fazer sua primeira parada. Hamilton voltava a assumir a dianteira. Com estratégias diferentes, Hamilton cravava a melhor volta (1min31s214).

Com 25 voltas completadas, o top-10 formava com: Hamilton, Rosberg, Ricciardo, Bottas, Raikkonen, Grosjean, Alonso, Massa, Vettel e Hulkenberg.

Soberano na prova, Lewis Hamilton vinha mantendo com tranquilidade a dianteira. Cravando novamente a melhor volta da prova (1min30s804), o piloto inglês, colocava 2s9 em cima do seu companheiro de equipe. Isso no giro de número 29.

O primeiro a deixar o GP de Barcelona prematuramente, foi o piloto da Toro Rosso, Jean-Éric Vergne, que sofreu com problemas do seu STR9.

Uma coisa rara durante a corrida. Hamilton, via rádio, reclamando com sua equipe sobre um problema na traseira de sua flecha de prata. Mesmo questionando, o driver inglês só aumentava a diferença para seu companheiro de equipe. Na volta 33, a vantagem já era de 4s5.

Seis voltas depois e usando os pneus médios, Vettel ultrapassava o brasileiro Felipe Massa na curva 1. Vettel, que não conseguia repetir seus feitos na pista, vinda avançando terreno.

Com 40 voltas completadas, o top-10 formava com: Hamilton, Rosberg, Ricciardo, Bottas, Raikkonen, Alonso, Vettel, Massa, Magnussen e Hulkenberg.

Quatro voltas depois, foi a vez de Hamilton fazer sua segunda parada nos boxes. Com isso, Nico Rosberg assume, temporariamente, a liderança do GP de Barcelona. Na volta 46, foi a vez do alemão entrar no boxes.

Com os pneus novos, Rosberg começava a se aproximar de Lewis Hamilton. O problema é que o driver inglês seguia sem ser incomodado na pista. Com 50 voltas completadas, a expectativa era saber se teríamos, enfim, um duelo  de verdade na Catalunha. Rosberg fazia a melhor volta da prova, 1min29s247.

Com 55 voltas completadas, o top-10 formava com: Hamilton, Rosberg, Ricciardo, Bottas, Raikkonen, Vettel, Alonso, Grosjean, Pérez e Hulkenberg.

Faltando dez voltas para o final da prova, Rosberg lutava para se aproximar do companheiro de equipe. Já no visual, todos esperavam por um duelo das flechas de prata. A chegada dos retardatários, dificultava ainda mais essa aproximação definitiva. A diferença entre os dois era de 1s.

Mesmo com todo o esforço de Nico Rosberg, não foi possível ameaçar a liderança do seu companheiro de equipe, que recebeu a quadriculada na primeira colocação. Mostrando a superioridade de sempre, o inglês dominou por completo o GP de Barcelona. Primeira vitória do britânico em terras espanholas. O segundo posto ficou mesmo o Rosberg.

Na terceira posição cruzou o carro da Red Bull guiado por Daniel Ricciardo. Já o brasileiro Felipe Massa, terminou a corrida fora da zona de pontuação. Largando na 9ª posição, o driver da Williams foi apenas o 13º lugar.

O destaque positivo em Barcelona ficou por conta de Sebastian Vettel. O driver da Red Bull alinhou seu RB10 na 15ª posição. Após muito correr, o alemão foi avançando terreno para concluir a quarta prova da temporada no quarto lugar.

Barcelona

Ig.com