João Pessoa 10/12/2018

Início » Esporte » Com Felipão na mira da Colômbia, Galiotte crê em permanência

Com Felipão na mira da Colômbia, Galiotte crê em permanência

Alvo da seleção colombiana, Luiz Felipe Scolari deve permanecer no Palmeiras em 2019. O treinador, inclusive, já trabalha com a diretoria no planejamento da equipe para a próxima temporada.

Uma de suas reivindicações é que o clube alviverde traga uma peça de reposição ao atacante Willian, que ficará inativo de seis a nove meses em função de uma cirurgia a ser feita no joelho direito.

“Já conversei com o Alexandre [Mattos] e tenho uma ideia: só preciso que o presidente contrate uns dois, três jogadores que indicamos, porque perdemos o Willian, que é uma grande referência e precisamos repor”, ressaltou o técnico, nesta terça-feira, durante participação no Troféu Mesa Redonda, promovido pela TV Gazeta.

Para a temporada 2019, o Palmeiras já contratou o meia Zé Rafael e o atacante Arthur Cabral. Garantiu ainda as renovações dos goleiros Jailson e Fernando Prass e do zagueiro Edu Dracena, além de ter acertado a permanência do lateral direito Mayke.

“Vamos ver nos próximos dias se a gente tem alguma novidade para repor essa peça de velocidade pelos lados de campo, que é tão importante. Possivelmente vamos estar juntos no ano que vem para ganharmos mais coisas”, concluiu.

Durante a premiação, Felipão usou o bom humor para responder se poderia trocar a Academia de Futebol pela Colômbia. “Posso, vou fazer uma visita daqui uns dias. Lá tem a Shakira (risos)”, brincou o técnico, cuja permanência foi bancada pelo presidente Maurício Galiotte.

Contratado após dirigir o chinês Guangzhou Evergrande, Felipão foi anunciado pelo Palmeiras no fim de julho e, em sua terceira passagem, assinou contrato até 2020.

Aos 70 anos, o gaúcho conduziu o Verdão rumo ao título do Campeonato Brasileiro, garantido com um triunfo sobre o Vasco ainda na 37ª rodada. O time alviverde encerrou o torneio com uma série de 23 jogos consecutivos sem perder.

Gazeta Esportiva