Com o auxílio do VAR, Cruzeiro arranca empate com Inter no Mineirão e segue no Z4

Com o auxílio do VAR, Cruzeiro arranca empate com Inter no Mineirão e segue no Z4

A cada rodada que passa, o Cruzeiro aumenta ainda mais seu drama no Campeonato Brasileiro. Na noite deste sábado, a Raposa recebeu o Internacional, no Mineirão, e, mais uma vez deixou o gramado sem a vitória. E poderia ter sido pior, porém, com pênalti marcado com auxílio do VAR, os mineiros conseguiram o empate na segunda etapa: 1 a 1.

Com mais este tropeço, o time celeste chega a 20 pontos e segue com situação delicada na parte debaixo da tabela, podendo terminar a rodada com cinco pontos de diferença da primeira equipe posicionada fora do Z4. Do outro lado, em situação inversa, o Inter soma 38 pontos e permanece no G6. Eficiência colorada Jogando no Mineirão, o Cruzeiro foi o responsável por tomar a iniciativa nos primeiros minutos de partida.

Aos sete, Robinho recebeu na direita e achou Fred na área. O centroavante subiu com espaço, mas não cabeceou bem. Quando o momento é ruim… o Colorado partiu para a resposta e, logo na primeira chegada, balançou as redes em Belo Horizonte. Após boa trama do ataque gaúcho, Nico López serviu Nonato, que saiu cara a cara com o goleiro Fábio.

O volante, com tranquilidade, tocou por baixo do arqueiro adversário e inaugurou o marcador. Mesmo atrás do placar, o time celeste manteve a estratégia de agredir seu adversário pelas laterais, principalmente com David na esquerda. O camisa 11 fez boa jogada e serviu Thiago Neves, que finalizou firme, tirando tinta da trave de Marcelo Lomba. Com a vantagem, o Internacional manteve a estratégia de se defender à espera de espaços para contragolpear.

Nico López foi o mais acionado. O uruguaio chamou a responsabilidade nas finalizações de média distância, mas não levou muito perigo. Nos minutos finais, o time comandado por Abel Braga partiu para a blitz em busca do empate. Entretanto, do outro lado estava um paredão colorado, que dificultou ao máximo as ações cruzeirenses.

Fred empata No segundo tempo, ainda que com dificuldades, o Cruzeiro se mandou para o ataque. Até que aos 13 minutos, Patrick derrubou Orejuela na área. Após análise do VAR, a arbitragem confirmou o pênalti. Na cobrança, Fred deslocou Lomba e deixou tudo igual no placar. Passada a metade da etapa complementar, o jogo ganhou um ritmo mais intenso. Em cobrança de falta,

Paolo Guerrero caprichou na batida e tirou tinta do travessão de Fábio.  Não demorou para o time da casa dar o troco. David descolou cruzamento da esquerda para Robinho, que testou para o chão e obrigou o goleiro colorado a fazer uma defesa incrível.

Apesar da grande necessidade de ambas as equipes por um resultado positivo, o duelo diminuiu a intensidade e as grandes oportunidades de gol desapareceram. Nos acréscimos, a Raposa ainda tentou a virada com Fred, mas não foi possível. Fim de papo e tudo igual em Belo Horizonte.

O Gol