João Pessoa 14/12/2018

Início » Notícias » Com orçamento menor, Enem começa neste domingo

Com orçamento menor, Enem começa neste domingo

Governo pode gastar R$ 626 mi Em 2017, despesa foi de R$ 793 mi 5 milhões de pessoas farão a prova 2º dia será no próximo domingo (11.nov)

Provas do Enem 2018 são aplicadas em 2 domingos: 4 e 11 de novembroMarcos Santos/USP 

Com 1 orçamento reduzido em relação aos anos anteriores, o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2018 será realizado neste e no próximo domingo (4 e 11.nov.2018).

Segundo os dados mais recentes do portal Siga Brasil, o governo está autorizado a gastar até R$ 626 milhões com a prova neste ano. O valor é inferior ao efetivamente gasto nos últimos anos. Em 2017, foram desembolsados R$ 793 milhões e, em 2016, R$ 788 milhões.

Apenas parte dos gastos com a realização do exame é compensada pelas inscrições –que custaram R$ 82 neste ano. Dos 5,5 milhões de inscritos nesta edição, 2 milhões eram pagantes. A arrecadação total, portanto, foi de cerca de R$ 163 milhões.

Em relação ao enxugamento orçamentário, Eunice Santos, diretora de Gestão e Planejamento do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), que organiza o exame, afirmou que está havendo uma “melhor gestão contratual”. “Estamos conseguindo reduzir o investimento per capita”, disse.

Segundo dados do Inep, o custo da prova por aluno foi de R$ 90,64 em 2016 e caiu para R$ 83,76 em 2017. Até o momento, o gasto individual para este ano está estimado em R$ 84,66. A instituição afirmou, entretanto, que a tendência é que o valor seja inferior ao do ano passado.

GASTOS ATÉ SETEMBRO

O ritmo de desembolso neste ano também está mais baixo do que o observado em edições anteriores.

Até setembro, o governo já pagou efetivamente R$ 171 milhões pela realização do exame. No mesmo período de 2017, havia aplicado mais que o dobro: R$ 374 milhões. Questionado sobre a mudança na velocidade de pagamento, o Inep não respondeu.

SOBRE O ENEM

As notas do Enem podem ser utilizadas por quem deseja ingressar no Ensino Superior público, por meio do Sisu (Sistema de Seleção Unificada), e no privado, via ProUni (Programa Universidade para Todos) e Fies (Fundo de Financiamento Estudantil).

O exame será realizado em 1.725 cidades, 70 delas consideradas de difícil acesso. Serão 10.718 locais de aplicação e mais de 600 mil pessoas envolvidas na realização, segundo o Ministério da Educação.

Um dos desafios deste ano, de acordo com o MEC, será a coincidência do 1º dia de prova com o início do horário de verão. A aplicação seguirá o horário de Brasília e os residentes em outros fusos horários deverão fazer a conversão para o horário local.

Nos 2 dias de aplicação, o portão será aberto às 12h (horário de Brasília) e será fechado às 13h. As provas começarão às 13h30.

CALENDÁRIO

  • 4.nov.2018 – 1º domingo de prova (redação, português e ciências humanas);
  • 11.nov.2018 – 2º domingo de prova (ciências da natureza e matemática);
  • 14.nov.2018 – divulgação dos gabaritos e cadernos de questões;
  • 18.jan.2019 – divulgação dos resultados.

Poder360