Com queda do dólar, gasto de brasileiro no exterior cresce 62%.

BRASÍLIA – Com o dólar mais baixo e perspectivas melhores para a economia, os brasileiros voltaram a viajar para fora do pais. Somente em fevereiro, os gastos dos turistas com viagens internacionais cresceram 62%. Segundo o Banco Central, os viajantes deixaram US$ 1,4 bilhão no exterior.

Em fevereiro do ano passado, no auge da indefinição com o impeachment da presidente Dilma Rouseff e dos rumos do país, os brasileiros gastaram apenas US$ 841 milhões. Outros dados das contas externas dão sinais de reação da economia.

O resultado de todas as trocas do Brasil com o externas, por exemplo, teve o melhor desempenho para o mês de fevereiro desde 2009. O déficit das chamadas transações correntes foi de apenas US$935 milhões. Nos últimos 12 meses, o resultado ficou no vermelho em US$ 22,8 bilhões nos últimos doze meses, equivalente a 1,24% do Produto Interno Bruto (PIB).

Os ingressos líquidos de investimentos diretos no país chegaram a US$5,3 bilhões. No acumulado de doze meses, entraram US$84,4 bilhões, resultado equivalente a 4,59% do PIB.

O Globo