Com tempo firme, equipes de resgate entram no 12º dia de buscas em Brumadinho

Com tempo firme, equipes de resgate entram no 12º dia de buscas em Brumadinho

Ações estão espalhadas por 22 pontos da região nesta terça-feira(foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação)

O tempo firme em Brumadinho na manhã desta terça-feira permitiu que os trabalhos na região onde a barragem da mineradora Vale se rompeu começassem cedo. De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, as equipes em terra e as aeronaves já estão em campo. Ao todo, são mais de 400 pessoas trabalhando hoje.

A corporação informou que, ao longo do dia, homens farão buscas a pé, de barco e de helicóptero, além de usarem cães farejadores. São 25 máquinas entre escavadeiras, máquinas anfíbias, pás carregadeiras e drones. Também está autorizada a atuação de voluntários (37). O efetivo dos bombeiros é de 375.

Civis e militares estão divididos em equipes de busca e salvamento, equipes com cães farejadores, intervenção aérea rápida, aeronaves e embarcações espalhadas por 22 pontos.

“Algumas (equipes) vão trabalhar numa área concentrada, outras vão se deslocar em trechos complementares. Por exemplo, mas máquinas pesadas trabalham apoiando equipes de busca”, explicou o tenente-coronel Anderson Passos, do Corpo de Bombeiros.

A movimentação de helicópteros nas imediações do cemitério de Brumadinho será interrompida por volta de 11h30 por causa de um sepultamento agendado para o meio-dia. O pedido da interrupção dos trabalhos aéreos, de acordo com o corpo de bombeiros, foi feito pela família.

Na segunda-feira, o tempo instável e a chuva no município suspenderam os trabalhos durante parte da manhã.

em