Com um a menos e gol nos acréscimos, Goiás vira contra reservas do Inter no Serra Dourada

Com um a menos e gol nos acréscimos, Goiás vira contra reservas do Inter no Serra Dourada

Com a cabeça focada no jogo da próxima quarta-feira, quando decide a vida na Libertadores contra o Flamengo, no Beira-Rio, o Internacional mandou os reservas ao Serra Dourada para encarar o Goiás. Eficiente na primeira etapa, o time de Odair Hellman esteve perto da vitória após abrir o placar e ter um jogador a mais, após expulsão de Sena.

No entanto, o Esmeraldino, mesmo com um a menos, buscou a virada nos acréscimos: 2 a 1. Com o vira-vira, o Verdão interrompe uma sequência de sete jogos sem vencer no Brasileiro e chega a 21 pontos, na 11ª posição. Já o Colorado, soma mais um revés e permanece no sétimo posto do certame, com 24.

Gol e expulsão facilitam a vida colorada Mesmo jogando fora de casa e com o time recheado de reservas, o Internacional tomou a iniciativa nos primeiros minutos de partida no Serra Dourada. Antes do primeiro giro completo no relógio, Bruno Silva roubou bola no campo de ataque e arriscou firme. Tadeu caiu para fazer a defesa.

O Colorado foi soberano no início de partida e tratou de abrir o placar. Aos 11, em nova bobeada na saída de bola esmeraldina, Wellington Silva achou Parede na área, e o atacante finaliza na saída de Tadeu para abrir o placar em Goiânia. O que já era ruim para o time da casa, ficou ainda pior. No lance do gol gaúcho, Léo Sena acabou exagerando em dívida com Rithely.

Após consulta ao VAR, a arbitragem decidiu por expulsar o volante do Goiás. Prejuízo duplo. Com um jogador a mais em campo, a vida do Inter foi facilitada. Os comandados de Odair Hellman passaram a trocar passes e administrar a vantagem até o fim da primeira etapa. Coragem, insistência e virada Na volta do intervalo, o Internacional entrou decidido a matar o jogo. Logo aos dois minutos, faz bela jogada pela direita, e Wellington Silva quase marcou após cruzamento.

Mesmo com um a menos, o Esmeraldino foi para o ataque e, por pouco, não conseguiu o empate. Michael apareceu na área colorada e, com leve desvio, quase enganou Marcelo Lomba. Também pelo alto, o zagueiro Rafael Vaz levou perigo, mas o goleiro visitante foi bem para ficar com a bola.

De tanto insistir, o time da casa chegou ao empate. Michael recebeu na área do Inter, deixou dois marcadores no chão e bateu de perna canhota para empatar o jogo no Serra Dourada. Um golaço. Da metade para o fim da partida, os visitantes acumularam chances para decidir o jogo. Primeiro com Parede, depois com Nico Lopez, que fez linda jogada e parou em linda defesa de Tadeu.

O momento era vermelho, porém, aos 50 minutos, praticamente no último lance da partida, Rafael Vaz cobrou falta, no capricho, sem chances para Marcelo Lomba, que nada pôde fazer. Virada e vitória esmeraldina em Goiânia.

O Gol