João Pessoa 23/05/2019

Início » Brasil » Combustíveis: manobra para sabotar redução do preço do etanol irrita Bolsonaro

Combustíveis: manobra para sabotar redução do preço do etanol irrita Bolsonaro

Distribuidoras de combustíveis tentam 'melar' a redução de preço do etanol

O fim da obrigação de entregar o etanol aos atravessadores deve reduzir o preço final em 20 centavos.

Distribuidoras acumularam tanto dinheiro e poder, nos governos Dilma e Temer, que agem como governantes. Atravessadoras no comércio de combustíveis, essas empresas estão inconformadas com a defesa que o presidente Jair Bolsonaro fez da venda direta de etanol aos postos. Ele estima que isso reduzirá o preço final para o consumidor em 20 centavos o litro. As distribuidoras fazem lobby para aumentar impostos, na tentativa de neutralizar os benefícios da venda direta ao cidadão. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Foi pior: quando soube da manobra, Bolsonaro virou furioso. “Dá até vontade de dizer palavrão”, disse ele à Rádio Bandeirantes, domingo.

Bolsonaro não vê sentido no papel da distribuidora/atravessadora no mercado de combustíveis, contribuindo apenas para aumentar preços.

Distribuidoras nada produzem, nem agregam valor, e ainda têm de 16% a 20% de “lucro” sobre o preço final de cada litro, mais impostos.

Diário do Poder