Comerciante executado a tiros dentro de lanchonete, em Bayeux; outro crime na Capital

comerciante morto em barDuas pessoas foram assassinadas a tiros e uma ficou ferida durante a madrugada deste sábado (20), na grande João Pessoa. O primeiro crime aconteceu na cidade de Bayeux.

Por volta das 23 horas, na Rua São José, São Bento, José Carlos Mesquita da Silva, 39 anos, mais conhecido por,”Mago Inka” foi assassinado com três tiros quando estava dentro de sua lanchonete.

De acordo com a polícia, dois homens chegaram e atiraram varias vezes contra ele. No momento dos tiros a esposa dele que estava por trás do balcão se abaixou e não foi atingida.

Durante as investigações, a polícia tomou conhecimento de que o homem já foi preso e era ex usuário de drogas e isso pode ter relação com o crime.

O segundo assassinato aconteceu no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. O crime aconteceu por volta das 04h30 na Rua Manoel Leonardo Damacena, Mangabeira II.

Segundo a polícia Sérgio Araújo da Dilva ,43 anos, foi encontrado morto dentro de um pequeno quarto onde morava. Os moradores só falaram que ouviram os tiros e depois o encontraram morto.

Na frente da residência foram encontradas marcas de sangue e tiros na parede, o que leva a polícia a acreditar que o homem foi baleado na rua e correu pra dentro de casa,morreu em cima de um colchão na sala.

Tentativa – No Bairro Alto do Mateus, próximo ao campo do Barrão, um adolescente de 16 anos foi atingido com vários disparos, mas conseguiu correr e se escondeu dentro do mato. Os acusados pelo crime, de acordo com a polícia, são adolescentes.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e a Polícia Militar foram ao local e tiveram dificuldade para encontrar a vítima que, ao ser localizada, foi encaminhado para o Hospital de Trauma.

Logo em seguida foram iniciadas investigações e buscas e os militares do 1° BPM conseguiram apreender dois menores acusados do crime. Na delegacia eles assumiram a autoria e disseram que o motivo seria uma rixa pessoal.

Paulo Cosme\David Martins