Conmebol proíbe bandeirões nos estádios nas competições deste ano

Conmebol proíbe bandeirões nos estádios nas competições deste ano

Apartir deste ano, bandeiras e bandeirões com mais de 1,5m de comprimento e 1m de largura estão proibidos nos estádios, durante os jogos promovidos pela Conmebol. O veto consta na nova edição do Regulamento de Segurança da entidade, que rege todas as competições promovidas por ela.

No ano passado, eram 18 itens proibidos. Este número, o número subiu para 21, após episódios violentos dentro de campo, a exemplo das finais da Copa Sul-Americana de 2017, entre Flamengo e Independiente, no Rio de Janeiro, e da Libertadores de 2018, entre River Plate e Boca Juniors.

O documento foi divulgado pela Conmebol ainda em dezembro e tem causado polêmica entre os torcedores e dirigentes. Nele também consta a determinação de que, a partir de 2021, todos os ingressos sejam vendidos na internet e os lugares sejam marcados e com assentos.

Confira os outros itens que serão proibidos em estádios em 2019:

  • Qualquer objeto que converta-se em um material cortante e
  • Mastros para bandeiras
  • Rolos de papel
  • Apitos
  • Extintores de fumaça coloridos
  • Bombas de fumaça
  • Líquidos e sólidos engarrafados em vidro, lata, plástico ou etc.
  • Armas de fogo
  • Armas brancas
  • Bebidas alcoólicas
  • Jogos pirotécnicos
  • Bombas de estouro
  • Iluminação a laser
  • Guarda-chuvas e sombrinhas
  • Objetos acionados com gás, hélio ou outras substâncias
  • Qualquer tipo de objeto içado através de sistemas aéreos
  • Qualquer elemento que a gestão de segurança considerar perigoso

Esporte ao Minuto