Coordenador de Comunicação da PMCG vê criação de Circuito de Forró como afronta - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Coordenador de Comunicação da PMCG vê criação de Circuito de Forró como afronta

Junior AraújoPorta voz da Prefeitura Municipal de Campina Grande, o advogado José Araújo, fez duras crítica ao governador do Estado Ricardo Coutinho (PSB), nesta sexta-feira (25). Em entrevista a vários veículos de comunicação dacidade, Araújo que responde pela Coordenadoria de Comunicação da PMCG, afirmou o governador socialista não tem espírito de união e está sempre tentando criar intrigas.

Em tom de ataque, José Araújo afirmou ainda que a ideia de descentralização do São João através do “Circuito do Forró” foi uma ideia plantada para gerar disputa e concorrência com as atividades que, segundo ele, já são descentralizadas pelos distritos de Campina Grande, como Galante, pelo Trem do Forró.

– Essa ideia de criar o Circuito do Forró, até com nome próprio, é típico da arrogância e prepotência do “rei” Ricardo agir dessa maneira. Porque é um governador beligerante, belicoso, que gosta de viver em atrito e não sabe viver em harmonia. É por isso que o índice de rejeição dele se encontra exacerbado em todos os quadrantes da Paraíba – criticou

Ele ainda disse que os recursos que o governador afirmou que está disponibilizando para a segurança pública são de obrigação do Estado.

– Fazer o Circuito para concorrer é uma afronta à prefeitura e, principalmente, aos campinenses. Essa atitude demonstra a falta de união por parte dele. Ele colocou que vai gastar R$ 1 milhão para o Circuito, sendo que esse dinheiro poderia ser usado para justificar a desculpa esfarrapada de não implantar as delegacias noturnas por falta de dinheiro – pontuou. Araújo revelou ainda que os investimentos nos festejos juninos de Campina Grande esse ano, não serão de R$ 5 ou R$ 10 milhões como havia se especulado, mas de R$ 12 milhões e que o caixa da prefeitura ainda não tem os recursos assegurados para pagamentos dos artistas.

PBAgora