Coreia do Norte: satélite mostra movimento em instalação nuclear

Um aumento na atividade na instalação de testes nucleares da Coreia do Norte pode sinalizar preparativos para um novo teste, disse um grupo de monitoramento sediado nos Estados Unidos nesta sexta-feira, citando imagens de satélite. Outra possibilidade para a movimentação pode ser a coleta de dados do último teste realizado pelos norte-coreanos.

O grupo 38 North, administrado pela Escola de Estudos Internacionais Avançados da Universidade Johns Hopkins, disse que há atividades em curso em todos os três complexos de túneis da instalação de testes nucleares de Punggye-ri envolvendo um grande veículo e funcionários.

“Uma razão possível para esta atividade é coletar dados do teste de 9 de setembro, embora outros objetivos não possam ser descartados, como a selagem do portal ou outros preparativos relacionados a um novo teste”, afirmou o grupo, referindo-se ao teste mais recente. Acredita-se que a Coreia do Norte está pronta para realizar um novo teste nuclear a qualquer momento, e especula-se que o país poderia marcar o aniversário da fundação do Partido dos Trabalhadores no dia 10 de outubro com outra detonação subterrânea.

Desde 2006, o regime de Kim Jong-un já realizou cinco testes nucleares. O último, registrado no início de setembro, marcou as comemorações pelos 68 anos da fundação da Coreia do Norte. A explosão foi mais poderosa que a bomba detonada em Hiroshima, de acordo com estimativas do Ministério de Defesa da Coreia do Sul.

Instalações nucleares Coreia do Norte

Imagem de satélite da área em torno da área de testes nucleares Punggye-Ri, na Coreia do Norte (Reuters)