João Pessoa 13/12/2018

Início » Variedades » Corinthians perde e segue pressionado pela zona de rebaixamento

Corinthians perde e segue pressionado pela zona de rebaixamento

A aflição do torcedor corintiano vai continuar por mais alguns dias. Nessa quarta-feira, o Cruzeiro voltou a ser carrasco do Timão depois de também vencer a Copa do Brasil em cima dos alvinegros. Apesar dos desfalques e da ausência de ambição no Campeonato Brasileiro, os mineiros venceram por 1 a 0, no Mineirão, e mantiveram os paulistas perto da zona de rebaixamento.

Falhas na marcação, uma expulsão de Douglas ainda no primeiro tempo e as defesas de Fábio na etapa final impediram o alívio da Fiel, que agora vê o time com os mesmos 40 pontos, três a mais que a Chapecoense, primeira equipe do Z4, mas que ainda entrará em campo nessa quinta. O Cruzeiro, por sua vez, chega 49 pontos, na nona colocação.

A pegada, a entrega e a compactação empolgantes mostrada pela equipe do Corinthians no clássico contra o São Paulo caíram no esquecimento após a atuação do time no primeiro tempo contra o Cruzeiro.

Sonolento, espaçado e com um meio de campo nulo, sem marcação ou criação, o time de Jair Ventura foi presa fácil para os mandantes, que mesmo desfalcados, sobravam. Cássio, lance a lance, ia evitando o pior, até que uma hora não teve boa fase de goleiro que salvasse as falhas corintianas.

Douglas, de volta após dois jogos, deu a bola de presente para Fred. O centroavante só teve o trabalho de servir David. Livre, o cruzeirense tocou na saída de Cássio e correu para o abraço.

O baque foi sentido pelo Corinthians. Mal posicionado, o time paulista sofria com os contra-ataques e não conseguia se aproximar à área do adversário. Situação complicada, mas que pioraria de forma inesperada antes do intervalo.

Douglas fez a proeza de receber dois cartões amarelos em menos de dois minutos e acabou expulso, repetindo o cenário do último sábado, com a diferença que dessa vez o Timão já estava atrás no placar.

Mesmo assim, a estratégia de Jair Ventura para a etapa final foi a mesma. Thiaguinho entrou no lugar de Danilo e o time passou a centralizar o jogo. Pedrinho chamou a responsabilidade em muitas oportunidades, com jogadas individuais e Jadson tentava encontrar o espaço.

Apesar dos problemas evidentes, o Corinthians por pouco não chegou ao empate. Fábio executou duas defesas espetaculares, em cabeçada de Avelar e em chute de Thiaguinho. No segundo lance, o goleiro cruzeirense ainda contou com o auxílio do travessão.

O ímpeto alvinegro, no entanto, durou pouco tempo. O Cruzeiro soube aliar a ausência de pressão interna com o desespero corintiano para esfriar o confronto.

Tendo de jogar todo o segundo tempo com um jogador a menos pela segunda vez seguida em menos de quatro dias, o Corinthians acusou o desgaste e não teve forças para reagir. No fim, o time campeão da Copa do Brasil voltou a fazer festa em cima da equipe do Parque São Jorge.

Sábado que vem, o Timão recebe o Vasco, às 19h, na Arena de Itaquera, para uma verdadeira decisão. No dia seguinte, no mesmo horário, os mineiros encaram o São Paulo, no Morumbi.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 0 CORINTHIANS

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 14 de novembro de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins e Lucio Beiersdorf Flor (Ambos do RS)
Cartões amarelos: Douglas (2) (SCCP); Robinho, Fred (CRU)
Cartão vermelho: Douglas (SCCP)
Público: 15.520
Renda: R$ 128.669,00

GOL:
Cruzeiro: David, aos 13 minutos do 1T

CRUZEIRO: Fabio; Ezequiel, Manoel, Léo e Egídio; Lucas Romero e Lucas Silva; Robinho (Ariel), Mancuello (Patrick Brey) e David; Fred (Raniel)
Técnico: Sidnei Lobo

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Romero, Jadson (Vital) e Pedrinho (Clayson); Danilo (Thaguinho).
Técnico: Jair Ventura

Gazeta Esportiva