João Pessoa 25/03/2019

Início » Esporte » Corinthians sofre, mas vira sobre o Avenida e avança na Copa do Brasil

Corinthians sofre, mas vira sobre o Avenida e avança na Copa do Brasil

Com sofrimento, o Corinthians recebeu o Avenida na Arena Corinthians pela segunda rodada da Copa do Brasil e, depois de sair perdendo por 2 a 0, conseguiu a virada, venceu por 4 a 2 e garantiu sua classificação para a próxima fase do torneio nacional. Agora, o Timão espera o vencedor do confronto entre Ceará e Foz do Iguaçu, que se enfrentam na próxima quarta-feira, para conhecer seu adversário na terceira fase do torneio.

Início avassalador Depois de usar o regulamento para avançar contra o Ferroviário, o Corinthians chegou à Arena Corinthians para enfrentar o Avenida credenciado pela boa vitória contra o São Paulo pelo Campeonato Paulista. Até por isso, Fábio Carille mandou a campo o mesmo time que bateu o Tricolor e, pela primeira vez no seu retorno, repetiu o time em duas partidas seguidas. Já o Avenida, que pela primeira vez em sua história atuou fora do Rio Grande do Sul, chegou credenciado pela vitória contra o Guarani e a classificação histórica.

Seguindo a orientação do treinador Fabiano Daitx, o time não entrou em campo para passear e, logo aos três minutos, Flávio Torres subiu mais que toda defesa do Corinthians e cabeceou, o goleiro Cássio falhou feio e colocou a bola para o fundo das redes. O gol logo no começo colocou pilha no jogo e obrigou o Corinthians a rapidamente partir para cima. Gustavo teve boa chance em cobrança de falta, mas mandou por cima do gol defendido por Fabiano.

Na sequência da jogada, o Avenida puxou rápido contra-ataque com Flávio Torres, o zagueiro Henrique furou e Tito bateu cruzado para ampliar o placar com menos de 10 minutos de partida.  Com a boa vantagem no placar, o Nida passou a jogar fechado e apostar nos contra-ataques, dando a posse de bola ao Corinthians, que ficou preso na forte marcação defensiva da equipe gaúcha. Porém, com mais posse de bola, as chances apareceram com Gustavo, que chutou cruzado, e Pedrinho, que cabeceou por cima do gol. Na força da bola parada, Sornoza obrigou Fabiano a praticar grande defesa.

Tendo o controle do jogo, Carille decidiu colocar o time para a frente e, aos 28 minutos, tirou o volante Ralf e promoveu a entrada de Vagner Love. Na sua primeira jogada, o camisa nove abriu pra Clayson que cruzou para Gustavo que, de letra, bateu em cima de Fabiano. Pedrinho teve nova chance, de fora da área, para nova defesa de Fabiano. Quando tudo caminhava para uma tranquila vantagem gaúcha no intervalo, a jogada aérea do Timão apareceu.

Pedrinho levantou a bola da intermediária, a defesa do Avenida parou pedindo impedimento e Henrique, em posição legal, apareceu livre e desviou de pé direito para o fundo das redes e colocou o Alvinegro na partida, com as duas equipes indo para o vestiário com o placar em 2 a 1 para o Avenida. Com a cara e com o jeito do Corinthians As duas equipes voltaram com a mesma formação para a segunda etapa, mas com menos de dois minutos o time gaúcho foi obrigado a fazer sua primeira mudança, colcando Thiago no lugar de Carlinhos, que sentiu lesão no primeiro lance.

A dinâmica da bola rolando foi semelhante a da primeira etapa, tanto que, no primeiro contra-ataque, Tito finalizou com força e atingiu a trave do goleiro Cássio logo aos três minutos. O susto recolocou o Corinthians no jogo, fazendo com que o time tivesse o domínio total da posse de bola, enquanto os gaúchos apenas esperavam a oportunidade de matar o jogo.

Acostumado a esperar o adversário, o Alvinegro mostrou dificuldade em propor o jogo e, por isso, deu muito espaço para o Avenida criar as oportunidades na segunda etapa, deixando o jogo mais equilibrado do que no primeiro tempo. Precisando de mais movimentação no ataque, Carille colocou o paraguaio Sérgio Diaz no lugar de Claysson. Logo na sequência,

Sornoza bateu falta e levou muito perigo ao gol de Fabiano. Com mais volume, o Corinthians pressionou e Vagner Love veio da direita e bateu forte, acertando a trave do goleiro gaúcho. Com seu time sendo sufocado, Fabiano Daitx foi obrigado a tirar Tito, lesionado, para colocar Maurício. A pressão do Corinthians seguia muito forte e o Avenida não conseguiu segurar. Sornoza sofreu falta na intermediária e ele mesmo fez o levantamento na área. Fabiano hasitou na saída e Danilo Avelar desviou para empatar.

Com a atmosfera favorável, Carille colocou Boselli no lugar de Sornoza e definiu que o time iria para conseguir o resultado ainda nos 90 minutos. Na primeira jogada do argentino, ele encontrou Junior Urso na intermediária. O volante chutou, a bola desviou em Claudinho e venceu o goleiro Fabiano para garantir a virada. Ainda deu tempo de Gustavo, da entrada da área, marcar o seu oitavo gol no ano e definir a classificação do Corinthians.

O Gol