Corinthians vence o Goiás e entra no G-6

Corinthians vence o Goiás e entra no G-6

O Corinthians venceu o Goiás no jogo atrasado da sétima rodada por 2 a 0, em Itaquera. Com gols de Junior Urso e Boselli, de pênalti, a equipe paulista somou os três pontos e agora tem 23 na tabela, ocupando o quinto lugar. O Goiás segue em décimo segundo, com 17. Na próxima rodada, o Corinthians visita o Internacional, no Beira Rio, no domingo, às 11h, horário de Brasília.

O Goiás recebe o Vasco, no Serra Dourada, às 19h. Corinthians domina a posse de bola O Corinthians foi bem na primeira etapa, controlando a posse de bola e criando bastante chances de gol. Ao todo, o Timão teve 12 finalizações nos 45 minutos iniciais, mas insistiu muito nas bolas cruzadas para a área.  A equipe paulista pulou na frente do placar aos 24 minutos. Em uma bela jogada, com troca de passes, Fagner tocou para Gabriel, que encontrou Clayson dentro da área.

O atacante cruzou para Júnior Urso, que chegou batendo de primeira, no ângulo, sem chances para Tadeu. Apesar do domínio, os donos da casa sofreram dois sustos. Primeiro com Michael, que recebeu de Daniel Guedes, driblou Gil e bateu cruzado para empatar. Porém, o VAR foi acionado e anulou o gol, por conta do impedimento do atacante esmeraldino. 

Aos 39, o Goiás levou perigo. Daniel Guedes avançou e cruzou na cabeça de Kayke. O atacante testou firme rente à trave de Cássio. O Corinthians teve duas boas chances com Mateus Vital e Fagner. Enquanto o meia recebeu de Pedrinho e bateu de primeira para fora, o lateral arriscou de muito longe, mas a bola também teve o mesmo destino.

Apesar disso, a torcida aplaudiu a tentativa.  O último lance de perigo da primeira etapa foi alvinegro. Carlos Augusto tocou para Gabriel, que mandou um chute forte de longe. Tadeu caiu para evitar o 2 x 0 e fazer com que os donos da casa fossem para o intervalo com a vantagem mínima no placar.  Goiás assusta, mas pênalti no final alivia o Corinthians

Na volta do segundo tempo, o jogo esteve mais equilibrado, com o Corinthians buscando criar chances mas sem conseguir aumentar a vantagem. Carille colocou Jadson no lugar de Mateus Vital, mas foi o Goiás que criou uma boa chance. Kayke bateu de fora da área e Cássio se esticou para salvar. A bola ainda chegou a tocar no travessão, antes de ir para fora.

O Goiás procurava as jogadas com Michael, que fazendo boa partida, era um dos mais perigosos da equipe visitante. Em dois lances, ele mostrou porque é tão cobiçado por outras equipes do futebol brasileiro. Aos 31, driblou Gabriel, Júnior Urso e Gil, antes de tocar para Renatinho. O meia acionou o lateral Jefferson, que cruzou para a área, mas lá não havia um jogador esmeraldino.

Três minutos depois, Michael deu um drible desconcertante, novamente em Gil, mas a bola acabou saindo pela lateral. Já no final da partida, aos 40 minutos, o jogo ficou mais tranquilo para o Corinthians com um pênalti marcado. Junior Urso invadiu a área, driblou Rafael Vaz, que caído tocou com a mão. 

O argentino Mauro Boselli foi para cobrança e ampliou, dando números finais ao jogo.

O Gol