Corpo de empresário é encontrado em quintal - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Corpo de empresário é encontrado em quintal

empresário achado no qunitalO empresário campinense Natanael Sobreira da Costa Júnior, 30 anos, desaparecido desde a última terça-feira, dia 22 de janeiro, em Campina Grande, foi encontrado morto com um tiro na cabeça, na noite do último domingo. O corpo do empresário estava enterrado dentro de uma cova rasa, no quintal de uma residência localizada no bairro Ramadinha II. O acusado é o vidraceiro Franklin de Lima Tavares, 29 anos. Ele foi preso no final da manhã do domingo e confessou que matou a vítima ainda na noite do dia 22, durante uma discussão sobre a venda do veículo de Natanael, um Honda Civic preto, placa MNK-9815-João Pessoa.

A Polícia Civil revelou os detalhes do homicídio durante coletiva realizada ontem na Central de Polícia, no bairro Catolé. De acordo com a delegada de homicídios Maíra Roberta Queiroz, o empresário foi visto pela última vez na noite da última terça-feira, antes de encontrar com o acusado, que queria comprar o carro de Natanael.

“Desde então a família prestou queixa do desaparecimento e o acusado já tinha inclusive sido ouvido duas vezes. Ele relatou que tentou marcar o encontro, mas que o celular da vítima não atendeu e que, por isso, os dois não se encontraram. Disse que estava à disposição da polícia para qualquer esclarecimento, estava muito tranquilo”, informou a delegada.

Segundo o delegado Marcos Paulo Vilela, superintendente da 2ª Regional de Polícia Civil, com sede em Campina Grande, Franklin teria oferecido um determinado valor pelo automóvel e como o empresário não aceitou, decidiu matar a vítima.

“O crime foi cometido dentro do carro da vítima, em frente à residência do acusado, no bairro Centenário. Ele ainda rodou com o rapaz morto dentro do veículo por algum tempo pelas ruas da cidade até chegar a uma casa que alugou no bairro Ramadinha II. Chegando lá, tirou o corpo do carro e deixou no meio da sala. No dia seguinte voltou e arrastou o cadáver até o quintal. Comprou pá, enxada e picareta e enterrou o corpo de Natanael em uma cova rasa”, explicou.

POLÍCIA PRENDE ACUSADO APÓS DENÚNCIA

Franklin de Lima foi localizado no bairro Ligeiro circulando com o carro do empresário. Ele foi detido após denúncia de um amigo da vítima que reconheceu o veículo e acionou a polícia.

“Foi passado um comunicado geral para as polícias Civil e Militar e o amigo da vítima já estava instruído pela Polícia Civil como deveria proceder. Ele então passou a seguir o veículo e quando viu uma blitz da CPTran (Companhia de Trânsito), avisou aos policiais, que fizeram a abordagem e acionaram a Delegacia de Homicídios”, afirmou a delegada Maíra Roberta.

Franklin de Lima Tavares será indiciado por porte ilegal de arma, coação no curso do processo, receptação dolosa, homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver. Até o fechamento da reportagem, ele permanecia detido na Central de Polícia, aguardando transferência para o Presídio do Serrotão. Com o acusado, foram apreendidos o veículo Honda Civic, ainda com marcas de sangue nos bancos e nos vidros, uma pá, uma enxada e uma picareta, utilizadas para ocultar o cadáver, e a arma usada no crime, um revólver calibre 38.

Jornal da Paraíba