Cristiano Ronaldo ainda acredita na classificação portuguesa - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Cristiano Ronaldo ainda acredita na classificação portuguesa

cristiano ronaldo 21A desolação de Cristiano Ronaldo no empate entre Portugal e EUA – JORGE SILVA / REUTERS
MANAUS – Melhor jogador do mundo, o atacante português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, reconheceu que a situação da seleção de seu país é difícil, no que diz respeito a avançar para as oitavas de final da Copa do Mundo, após o empate de 2 a 2 com os Estados Unidos, na noite deste domingo, na Arena Amazônia. Entretanto, não se considera derrotado.

– Demos o melhor de nós, mas infelizmente, não conseguimos ganhar. Não sei explicar o motivo – declarou ele, perante cerca de 30 jornalistas portugueses, brasileiros e de outras nacionalidades, na zona mista (área de entrevistas) do estádio. – Temos de levantar a cabeça, porque, matematicamente, ainda é possível, e no futebol é algo que a toda hora acontece.

VEJA TAMBÉM
Em jogo eletrizante, Portugal empata no fim com os EUA e segue com chances
GALERIA Imagens de EUA 2 x 2 Portugal
Indagado se a seleção estaria sofrendo com o desgaste causado pelo recente fim da temporada européia, o craque disse que não, já que todas as demais equipes estão na mesma situação.

– Não quero esar aqui me justificando. Estou aqui para dar dar o melhor de mim, para lutar, ara correr. Estou aqui de corpo e alma, mas infelizmente hoje (neste domingo), nao alcançamos nossos objetivo, que era vencer.

É VENCER E ‘SECAR’ QUINTA-FEIRA

A próxima partida de Portugal será na quinta-feira, em Brasília, às 13h, contra Gana. Na mesma hora, em Recife, irão se enfrentar Estados Unidos e Alemanha. Estes têm quatro pontos cada, ao passo que portugueses e ganeses têm apenas um, cada. Portugal tem de vencer a seleção africana por boa diferença de gols e torcer para a Alemanha ganhar dos Estados Unidos. Assim, os alemães terminariam em primeiro, com sete pontos. Portugal em segundo, com quatro (mas com um saldo de gols melhor), Estados Unidos, também com quatro, e Gana, com um. Se americanos e alemães empatarem, amobos estarão classificados.

Perguntado por jornalistas alemães se poderia a haver um jogo de compadres entre sua seleção e a equipe germânica, já que o empate serve a ambos, o alemão Jürgen Klinsmann, que dirige a seleção americana, protestou.

– Não acredito que possa haver um empate arranjado. Ambas as seleções querem terminar em primeiro lugar no grupo. Tenho certeza de que nós teremos uma partida muito disputada em Recife – declarou ele.

Diante de outros questionamentos no mesmo sentido, sobre como reagiria caso o técnico da Alemanha, Joachim Löw (que era auxiliar de Klinsmann na Copa de 2006), não poderia fazer-lhe uma ligação, propondo o empate, o ex-craque argumentou.

– Não há espaço para este tipo de telefonema. Não há tempo para ligações de amigos. Isto é muito sério – ressaltou. – Nossa equipe tem espírito de luta, entra em determinação em todos os jogos, e derrotar a Alemanha é o nosso objetivo.

O Globo