Cruzeiro goleia Náutico e mantém vantagem de 11 pontos do 2º - :: Paraiba Urgente :: Portal de Notícias

Cruzeiro goleia Náutico e mantém vantagem de 11 pontos do 2º

O Cruzeiro precisou atuar bem apenas no segundo tempo para golear o Náutico por 4 a 1, na tarde deste domingo, na Arena Pernambuco.

Com o resultado, a equipe mineira chegou a 59 pontos e manteve 11 de vantagem para oGrêmio, segundo colocado, que venceu o Botafogo por 1 a 0, no sábado. Já o Náutico é o lanterna, com apenas 17 pontos –13 a menos do que o São Paulo, primeiro time fora da zona da degola.

O Cruzeiro entrou em campo disposto a não dar chance para a zebra. Por isso, mesmo atuando como visitante tomou a iniciativa do jogo, buscando o ataque, com um toque de bola envolvente. Não demorou e o líder do Brasileiro chegou ao seu primeiro gol, aos 9 min. Willian cobrou escanteio da direita e Ricardo Goulart, de cabeça, colocou a bola nas redes. O Náutico não se abateu com a desvantagem e tentou, imediatamente, o empate.

Aos 13 min, Bruno Collaço, em cobrança de falta, obrigou o goleiro Fábio a fazer difícil defesa. Ao contrário dos minutos iniciais, a partida era equilibrada e o time pernambucano se mostrava presente ao ataque. A partida era movimentada e aberta. O Cruzeiro também criava suas chances, como aconteceu com Borges, aos 26 min, após ótimo cruzamento do lateral direito Mayke.

Dois minutos depois desse lance, o Náutico empatou. Peña serviu a Maykon Leite, que bateu com categoria para vencer o goleiro Fábio.

Empolgado com o empate, o Náutico acreditou na possibilidade de virar diante do líder. O time anfitrião se aproveitou de um certo relaxamento, em alguns momentos da etapa inicial, do Cruzeiro, em relação à marcação.

O Cruzeiro voltou com o mesmo time para o segundo tempo, mas com outra atitude, depois da conversa no intervalo com Marcelo Oliveira. Com mais apetite, o time celeste não teve dificuldades para encaminhar sua 18ª vitória, a sétima como visitante no atual Brasileiro. Logo aos 7 min, em boa tabela com a participação de Willian e Everton Ribeiro, Ricardo Goulart fez o segundo gol.

Desta vez, o Náutico não conseguiu reagir à desvantagem e sofreu o terceiro gol, aos 12 minutos, em cobrança de pênalti, feita por Everton. A penalidade máxima foi cometida pelo zagueiro Leandro Amaro sobre o atacante Willian, que fez ótima jogada individual, driblando vários adversários.

O quarto gol saiu aos 31 min, quando Tinga deu ótimo passe para Mayke finalizar bem. Depois disso, foi só administrar a goleada.

Folha