João Pessoa 12/12/2018

Início » Esporte » Cruzeiro vence rival América e manda o Coelho para a Zona de Rebaixamento

Cruzeiro vence rival América e manda o Coelho para a Zona de Rebaixamento

No clássico mineiro realizado na Arena Independência, melhor para o Cruzeiro. Com gols de Arrascaeta e Thiago Neves, de pênalti, a Raposa despachou o América Mineiro por 2 a 1, e complicou a situação dos americanos no Campeonato Brasileiro. Rafael Moura descontou para os donos da casa.

Com a vitória, a equipe celeste chega a oitava colocação com 43 pontos, enquanto o Coelho permanece com 34, e, de quebra, vai para a 17ª posição, entrando na zona de rebaixamento.

Cruzeiro domina

Mesmo sem muitas pretensões na competição, o Cruzeiro iniciou a partida pressionando na Arena Independência. A pressão inicial cruzeirense só não foi premiada com gol, pois Barcos perdeu um gol livre. Após cobrança de escanteio de Arrascaeta, Henrique desviou e o argentino, livre, cabeceou para fora.

O América encontrava muita dificuldade para ter espaço no campo de ataque da equipe celeste. Aos 17, enfim, o Cruzeiro chegou ao primeiro tento da partida. O uruguaio De Arrascaeta, que vive grande momento, fez mais uma de suas lindas jogadas, passou por Matheus Ferraz e mandou no ângulo de João Ricardo: um golaço!

A equipe de Mano Menezes não se acomodou com a vantagem no marcador e continuou marcando presença constante no campo do Coelho. o time mandante só conseguiu finalizar aos 26 minutos, quando Giovani cabeceou e parou na grande defesa do goleiro Fábio.

Após a primeira finalização, o Coelho equilibrou as ações e passou a correr menos riscos do ataque celeste. Igualdade que durou até os 38 minutos, quando Barcos entrou na área, serviu Thiago Neves, que driblou Matheus Ferraz e bateu para boa defesa do goleiro americano.

Thiago neves decide

A Raposa iniciou a segunda a etapa como foi a primeira: em cima na busca do gol. Tanto que, logo aos três minutos, Henrique invadiu a área e foi derrubado: pênalti. Na cobrança, Thiago Neves ampliou para os visitantes.

O América, por sua vez, foi para cima para diminuir a vantagem. O técnico Adilson Batista mandou o centroavante Rafael Moura a campo para tentar diminuir a vantagem. E funcionou. Aos 23, Matheusinho tentou jogada dentro da área e a bola pegou no braço de Egídio. O árbitro demorou, mas assinalou a penalidade. Na sequência, o He-Man cobrou e diminuiu para o Coelho.

O Gol