Dani Alves marca na estreia e garante vitória do São Paulo sobre Ceará

Daniel Alves mostrou estrela e, na estreia pelo São Paulo, marcou o gol que garantiu a vitória tricolor diante do Ceará, no Morumbi, por 1 a 0.  O jogo, que teve 47 mil pessoas e marcou ainda a boa estreia de Juanfran, deu mais três pontos ao Tricolor, que empata em pontos com o Atlético Mineiro, primeiro time no G4.

O Alvinegro segue no meio da tabela.  Estreia com estrela de Dani Alves Foi com 27 segundos que Daniel Alves tocou pela primeira vez na bola com a camisa tricolor (que no caso deste domingo foi celeste, em homenagem ao Uruguai). O lateral, que vestia a 10 e jogava, de fato, como meia, pegou sobra de bola na entrada da área e bateu de canhota, para defesa de Diogo Silva.

O lance indicou uma forte pressão inicial dos são-paulinos, mas o Ceará soube bem sair do sufoco. Com posse de bola, o Alvinegro não só diminuiu o ímpeto do rival, como também chegou na frente com qualidade. Aos 13, Samuel Xavier mandou arremate forte e Tiago Volpi espalmou para escanteio.  O jogo dos cearenses no Morumbi era perfeito dentro da proposta de Enderson Moreira. Já Cuca via sua equipe encontrar muitas dificuldades no setor criativo, com Dani Alves ainda se adaptando a nova função.

Mas, independente de posição, o que Dani Alves tem é estrela. E, aos 40 minutos, o outro estreante, Juanfran, foi ao fundo e mandou bola para a área. Raniel fez o pivô e Dani Alves conseguiu chute cruzado para entrar para a história do São Paulo, comemorando um gol em sua nova casa, o Morumbi.

O gol não apagou a ótima partida alvinegra, e nem abaixou a cabeça do time. Samuel Xavier quase descolou o empate ainda antes do intervalo, mas Volpi foi no ângulo fazer uma defesaça.  Ceará é valente no Morumbi Empolgado pelo gol na reta final do primeiro tempo, o São Paulo voltou forte para a segunda parte e quase abriu 2 a 0 em um dos primeiros ataques. Raniel recebeu cruzamento na área e bateu forte de canhota, acertando o travessão.

O time de Cuca achava espaço pelos flancos do campo e, do outro lado, Antony também levou perigo em chute de canhota no cantinho. Diogo Silva espalmou.  O Ceará teve de se adiantar e, apesar de deixar espaços na defesa, era mais presente no ataque. João Lucas, com uma bomba, colocou Volpi para trabalhar novamente.

Felippe Cardoso teve a grande chance do empate, ao receber bola na área. O atacante, porém, dividiu com Volpi e perdeu a bola, sem ter o pênalti contestado marcado pelo árbitro. Apesar da valentia, os cearenses acabaram arrefecendo nos minutos finais e não evitaram a vitória são-paulina.

O Gol