De vilão a heroi em 6 min: Vaz marca e dá bi carioca ao Vasco sobre o Bota

vasco é biRenegado muitas vezes e quase fora do Vasco ano passado, Rafael Vaz experimentou o sabor de ser vilão e se transformar em heroi. Mal posicionado no gol do Botafogo, marcado por Leandrinho, ele se redimiu seis minutos depois e empatou o jogo por 1 a 1 com uma cabeçada que deu o bicampeonato ao Cruzmaltino sobre o Botafogo de forma invicta.

Relacionado para o banco de reservas, o zagueiro entrou no intervalo em substituição a Luan, que saiu lesionado. Com contrato se encerrando em junho deste ano, Rafael Vaz ainda não procurado pela diretoria e tem futuro incerto em São Januário.

VASCO 1 X 1 BOTAFOGO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data e hora: 8 de maio de 2016, às 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Dibert Pedrosa Moisés
Cartões amarelo: Luis Ricardo, Salgueiro, Leandrinho, Diego e Bruno Silva (BOT) Rodrigo, Jorge Henrique, Nenê e Andrezinho (VAS)
Público e renda: 60.000 |53.634 | R$ 2.705.750,00
Gols: Leandrinho, aos 4min, e Rafael Vaz, aos 11mi006E do segundo tempo;

Botafogo
Jefferson, Luis Ricardo, Joel Carli, Emerson Silva e Diogo (Diego); Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Gegê e Leandrinho (Neílton); Salgueiro (Luís Henrique) e Ribamar
Técnico: Ricardo Gomes

Vasco
Martín Silva, Madson, Luan (Rafael Vaz), Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Julio dos Santos (Yago Pikachu), Andrezinho e Nenê; Jorge Henrique e Riascos (Diguinho)
Técnico: Jorginho

FASES DO JOGO

  • Primeiro tempoCom a vantagem do empate, o Vasco não mudou a postura. Jogou a todo instante buscando ter a posse de bola, como é da sua característica. O Botafogo, por outro lado, até tentou fazer uma pressão inicial, com jogadas rápidas pelos lados de campo, mas o adversário estava bem postado defensivamente. A melhor chance foi do Alvinegro de General Severiano em chute de Bruno Silva de fora da área, que exigiu grande defesa de Martin Silva. Já o Cruzmaltino levou muito mais perigo com cruzamentos na área, com exceção de uma jogada no início do duelo que terminou com finalização fraca de Riascos nas mãos de Jefferson.
  • Segundo tempoPrecisando da vitória, o Botafogo voltou determinado no segundo tempo. E conseguiu o gol logo aos 4min com Leandrinho. O jovem apoiador aproveitou falha de posicionamento de Rafael Vaz e, de cabeça, abriu o placar. O Vasco cresceu na adversidade e respondeu imediatamente. Aos 11min, o mesmo Vaz subiu ao ataque e devolveu na mesma moeda: 1 a 1. O Alvinegro de General Severiano partiu para cima nos minutos finais, mas o título foi mesmo para São Januário. Festa do Vascão.