De virada e com VAR em destaque, Botafogo vence o Athletico

De virada e com VAR em destaque, Botafogo vence o Athletico

Com muita emoção e muito VAR, o Botafogo venceu o Athletico Paranaense neste domingo no Nilton Santos. O Furacão começou melhor e saiu na frente, mas deixou o Alvinegro reagir e virar, por 2 a 1, em jogo que teve gol anulado, pênalti marcado e outro negado, tudo com auxílio do VAR. Com a vitória, o Botafogo ultrapassou o rival na tabela e, com 22 pontos, subiu para a sétima posição.

O Athletico tem 19 pontos e é o 11º colocado no Brasileiro. Athletico começa com pressão O árbitro deu início a partida e o Athletico tomou conta da bola. Parecia jogar em casa. O Botafogo não conseguiu suportar à pressão por muito tempo. Com 15 minutos, no abafa, a bola foi alçada na área em cobrança de falta e Thonny Anderson aproveitou a confusão para empurrar para dentro.

Um gol merecido para o Furacão. Perdido na partida, o Botafogo conseguiu respirar com uma ajuda do goleiro rival aos 30 minutos. Caio saiu muito mal para cortar lançamento pelo alto e acabou por entregar o gol para Luiz Fernando, que completou de cabeça para o gol vazio. Por pouco o Alvinegro não virou ainda na primeira etapa. Na sequência de escanteio, Carli subiu de cabeça e mandou no travessão.

Ao intervalo, o Athletico tinha mais finalizações, mas já sem o controle do jogo e com o placar empatado. VAR e virada O Botafogo, que já tinha melhorado no fim da primeira etapa, aproveitou o intervalo para se reorganizar em busca da virada. E, por volta dos 15 minutos, o time carioca chegou ao gol mais uma vez, com Diego Souza.

O VAR entrou em ação para anular, por toque de mão de Carli no lance. O mesmo VAR que impediu a virada alvinegra acabou por ajudar o clube pouco depois. Pedro Henrique derrubou Lucas Campos e o árbitro precisou do auxílio do vídeo para marcar a penalidade. Diego Souza desta vez agradeceu ao VAR e converteu a cobrança.

No fim, nos acréscimos, o VAR entrou em ação mais uma vez. Agora por suposto pênalti de Carli em Madson. O árbitro não entendeu como falta e confirmou a vitória de virada do Botafogo.

O Gol