Delator diz que Aécio Neves era “o mais chato” para cobrar propina

aecio abusadoO delator Carlos Alexandre de Souza Rocha, conhecido como Ceará, responsável pela entrega de valores, afirmou em depoimento gravado ter ouvido que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) era “o mais chato” na cobrança de propina junto à empreiteira UTC. As informações são daFolha de S. Paulo.

De acordo com a reportagem, em dezembro, “Ceará” afirmara em sua delação ter levado R$ 300 mil a um diretor da UTC no Rio, de sobrenome Miranda, que seriam destinados a Aécio. Rocha era um dos transportadores de valores contratados pelo doleiro Alberto Youssef.
De acordo com a delação, Aécio Neves era “o mais chato” para cobrar propina

Ainda segundo a Folha, no vídeo ao qual a reportagem teve acesso, Rocha disse que o episódio lhe “marcou muito”. Contou que Miranda estava ansioso pela “encomenda” e teria lhe falado: “Esse dinheiro tá me sendo muito cobrado”. Questionado por “Ceará”, o diretor da UTC teria respondido que se tratava de Aécio o destinatário do dinheiro. “[Miranda] ainda falou que era o mais chato que tinha para cobrar”, contou Rocha.

De acordo com a gravação, quando perguntado se o dinheiro tinha sido encaminhado para Aécio, Rocha disse: “Sim, senhor. Ele [Miranda] falou bem claro pra mim em alto e bom som”. Segundo o delator, o diretor teria feito um “desabafo”: “Eu sei que ele fez esse comentário, que era quem cobrava, enchia o saco, ele tava de saco cheio de tanta cobrança desse dinheiro”.

A Folha destaca ainda que a assessoria de Aécio respondeu, em dezembro, que considerava “absurda e irresponsável” a citação ao senador sem comprovação. A UTC negou ter entregue valores ao senador tucano.