Deputado federal paraibano defende saída do presidente da Câmara

Deputado federal paraibano defende saída do presidente da Câmara

luis coutoO deputado federal Luiz Couto (PT-PB) está defendendo publicamente a saída do presidente da Cãmara Federal, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Para Luiz Couto, o regimento interno da Câmara dos Deputados deve exigir a saída de Eduardo Cunha. De acordo com o regimento os deputados, têm o poder de cassar o mandato de qualquer colega.

Couto (PT) foi um dos parlamentares que fizeram “manifestação”, ontem, nos corredores da Câmara, pedindo explicações ao presidente Cunha sobre as contas na Suíça. Couto levantou um cartaz com um “não”, de “não me representa”. Uma referência a Cunha.

O afastamento de Eduardo Cunha dependeria, principalmente, de uma eventual renúncia. Isto, caso ele se veja sem condições políticas de exercer o cargo. Os deputados, porém, têm o poder de cassar o mandato de qualquer colega.

Outra possibilidade depende de o Supremo Tribunal Federal aceitar a denúncia contra Cunha. O procurador-geral da República poderia, então, solicitar seu afastamento da presidência da Câmara ao mesmo STF. O substituto

Caso Cunha renuncie ou seja afastado pela Justiça haverá uma nova eleição, que será convocada pelo primeiro vice, Waldir Maranhão (PP-MA), acusado pelo doleiro Alberto Youssef de receber dinheiro no Petrolão.

PBAgora